Guru não é uma moda

Srila Prabhupada, sempre enfatizou que alguém que quer avançar na vida espiritual deve entender o que é um mestre espiritual genuíno, para isso o discípulo deve ser bem inquisitivo e analisar com muito cuidado, qual é essa pessoa que pode dar Krishna. A finalidade do mestre espiritual é dar conhecimento divino sobre Krishna e com este conhecimento o discípulo pode aniquilar todas as reações pecaminosas, isso é chamado diksa que é uma palavra na língua sânscrita, colocada na língua inglesa como iniciação, porém a palavra diksa não só quer dizer iniciação já que é uma palavra com significado duplo onde na língua inglesa não tem palavra alguma para definir com precisão o significado real da palavra sânscrito diksa, que equivale a di, é divya jñana conhecimento divino e o significado de ksa vem da palavra ksapayati que significa aniquilação.Palavra encontrada no Srimad Bhagavatam de Srila Prabhupada canto 4.24.61.
Então o processo de diksa é a aniquilação por meio do conhecimento divino, de todas as reações pecaminosas dado pelo mestre espiritual genuíno.
Muitas pessoas confundem esta palavra com cerimonia de fogo, porém a cerimonia e o executor da cerimonia não podem dar diksa a um discípulo se o processo de conhecimento que faz aniquilar as reações pecaminosas estiver ausente na pessoa que executa dito cerimonial já que diksa não é um método mecânico nem tampouco um ritual com finalidades separadas de Krishna.

Comentários

  1. “eu tenho um guru, tal e qual Swami”.
    Jijñasuh sreya uttamam, para conhecer a perfeição mais elevada da vida, é preciso procurar um guru. Não é uma moda.

    Não é uma moda que, “eu tenho um guru, tal e qual Swami”. Porém, que há aprendido? Nao pode aprender porque nao tem nada de jijñasuh. Você não sabe que perguntar, e o guru que há encontrado não sabe que responder.

    Esse tipo de guru e de discípulo no servirá de nada. Também o discípulo deve de ser
    serio, sincero, em entender o tema espiritual.

    Isso é conhecimento, brahma-jijñasa. A pessoa inquisitiva que deseja saber acerca da
    Verdade Absoluta, necessita acudir a um guru. Isso é jñana.

    Jñana significa brahma-jñana. Aham brahmasmi. Isso é jñana. E que eu sou americano, isso não é jñana. Isso é ajñana. “Eu sou hindu”, “sou brahmana”, “sou isto”, “sou aquilo”, “sou preto”, “sou branco”, “sou gordo”, “sou magro”. Todo isso é ajñana, ignorância.

    Não é nem gordo, nem magro, nem branco, nem preto, nem americano, é uma alma
    espiritual.

    Isso tem que saber. Aham brahmasmi, “sou uma alma espiritual. Sou um servo eterno de Krishna”.

    E isso é conhecimento. E para obter esse conhecimento tem que procurar, acaryopasanam.

    Bombaim 5 de Outubro 1973

    Aula de Srila Prabhupada

    ResponderExcluir

Postar um comentário

"To do things hastily and incorrectly is not good. Anything valuable takes a little time to come into existence. Therefore there is no harm in waiting for the best thing. But everything is well that ends well: That should be the principle."
Prabhupada Letters :: 1969.
.............................................................................
"Hacer las cosas de afán y mal no es bueno. Algo valioso toma un poco de tiempo para llegar a existir. Por lo tanto no hay daño en esperar lo mejor. Pero si algo va bien termina bien. Ese debe ser el principio".
Cartas de Prabhupada :: 1969.

Postagens mais visitadas deste blog

ISKCON Pandemônio

El Mono Empalado 11