O guru da Falsidade


Recentemente temos recebido uma matéria referente a Dhanvantari Swami (guru eleito pela GBC), que mostra as duas caras da mesma moeda, a falsidade desta figura no Brasil é uma mostra das quedas da liderança na ISKCON ao promover pessoas desautorizadas para ocuparem a posição de Srila Prabhupada, as cartas revelam como estes sujeitos lidam dentro da instituição e como as suas condutas vão de encontro com os sastras (escrituras reveladas), para estabelecer o mal exemplo visto em qualquer sociedade mundana.



Essa semana os devotos ficaram muito emocionados com o relato de Dhanvantari Swami cantando as glórias de Param Gati Maharaja. Mas será que o Swami pensa assim mesmo? Será que é isso que fala ele do "Maharaja" quando está só entre seus companheiros, quando ele não precisa agradar o povo?

Então leia o "Quem foi rei sempre é majestade" e logo em seguida leia os emails enviados por um colaborador.

1) quem foi rei sempre é majestade


De: <dswami@iskcon.com.br>
Data: 26 de junho de 2010 16:45
Assunto: quem foi rei sempre é majestade
Para: iskconbrasil@googlegroups.com, iskconcgb@yahoogroups.com.br, brazilianforum@googlegroups.com
Cc: amigosharekrsna@yahoo.com.br


Quem foi rei sempre é majestade!

Por Dhanvantari Swami

Quero falar sobre Param Gati Maharaja.

Lembro bem quando o vi pela primeira vez. Ele havia retornado de sua
primeira viagem à Índia, onde fora participar do Festival de Gaura Purnima
em Mayapur após vencer a maratona de distribuição de livros de dezembro. O
melhor sankirtaneiro do ano ganhava esse prêmio da BBT.

Ele era jovem, podia ter 24 ou 25 anos de idade. Não tinha muito tempo de
Movimento porque naquela época ninguém tinha. Os devotos mais antigos eram
os que tinham vindo da Argentina e todos tinham no máximo dois anos a mais
do que nós.

Maharaja era um brahmacari e estava visitando Salvador em sankirtan
viajeiro. Eu o vi pronto para sair à rua. Ele estava vestido com roupas
ocidentais comuns. Comuns, mas não tanto, pois vestir-se bem não era uma
prática comum entre os devotos. Muitos se vestiam de qualquer jeito, mas,
ele estava bem vestido, tão bem apresentável que poderia entrar em
qualquer lugar por mais exigente que fosse, isso chamou minha atenção.
Naquele tempo eu era um grhamedhi, morava fora do templo e exercia a
profissão de dentista. Logo me ofereci para atender em meu consultório o
melhor sankirtaneiro do Brasil. Ele chegou na hora marcada e ao entrar no
consultório olhou para o chão e tirou o calçado. Eu lhe disse que não era
preciso, então ele olhou para o piso branco e perguntou se era mármore. Eu
disse que não, que era um piso plastificado imitando o mármore. Ele
concluiu dizendo que na Índia é muito comum se revestir os pisos com
mármore.

Essas são memórias simplórias de um contato com alguém que se tornaria um
dos devotos mais estritos e sérios na pregação da consciência de Krishna
sob a guia de Prabhupada no Brasil.

Quem conhece Param Gati Maharaja, conhece também sua devoção às Deidades.
Não apenas de BH, onde ele nasceu e conheceu o Movimento, ou de São Paulo,
o primeiro templo que ele viveu e onde estudou o bêabá da consciência de
Krishna, mas, por todas as Deidades. Eu já o vi organizando abhisekas,
parikramas, projetos de puja em vários templos, e até compras de roupas na
Índia para Radha Gokulananda e todas as deidades de Nova Gokula. Já o vi
comprando espontaneamente essências, abano de pavão e outras parafernálias
para Radha Govinda da Ecovila Vraja Dhama em Caruaru. No passado, em
nossas brincadeiras de irmãos espirituais, seu muito amigo Isvara, sempre
dizia que em vidas passadas Param Gati Maharaja devia ter sido um Smartha
Brahmana, um daqueles brahmanas tão estritos que chegam a ser chatinhos
nos detalhes dos rituais litúrgicos e da vida pessoal.

Outra coisa marcante de nossa convivência é que, quando nos encontrávamos
em algum yatra que não fosse nossa base, Isvara e eu já sabíamos como
poderíamos achar a melhor prasada, era só grudar em Param Gati Maharaj,
pois ele conhecia o caminho das pedras de todos os lugares para comer
saudável e requintado...

Estou com saudades do Maharaja!

Maharaja foi membro do GBC por muitos anos. Nosso país era apenas um dos
yatras que o tinham como Secretário Zonal, ele pregava e inspirava vários
projetos no mundo. Nos últimos dez anos nosso Yatra passou por sérios
desafios, muitos líderes foram relocados visando uma descentralização ou
desconcentração da liderança. Quase todos os líderes precisavam de espaço,
compreensão, tempo, confiança e amizade. Precisavam de um secretário zonal
do GBC que fosse sensível, que respeitasse a inspiração e intuição de seus
liderados... Copiando Satsvarupa Das Goswami, autor do Prabhupada
Lilamrta, eu diria: ´´Somente Ele Poderia Liderá-los´´. Dito e certo, com
a ajuda dele muitos novos projetos se estabilizaram. Maharaja Param Gati
atuou exatamente como precisávamos. Todos nós devemos muito ao Maharaj
pelo sucesso de nossos projetos.

Não sei se nós fomos capazes de retribuir-lhe à altura... Não sei se fomos
sensíveis às suas necessidades particulares, não sei se o protegemos da
mesma maneira que ele nos protegeu... Mas sei que todos nós o amamos
profundamente e que o queremos junto a nós. Digo isso por mim mesmo e por
muitos dos líderes maiores com os quais convivo.

Eu o convidei para passar os próximos anos desenvolvendo um projeto na
Ecovila Vraja Dhama, mas ele está engajado na Índia, em obediência ao GBC
de Prabhupada. De vez em quando nos comunicamos, e sempre que tenho
oportunidade pergunto por ele aos seus discípulos que encontro por aí.
Eles me contam sobre suas viagens e sobre os programas de pregação nos
quais o Maharaja tem participado. Sendo um devoto tão sincero, tão
obediente a Prabhupada e cujo perfil é cooperar e não atrapalhar, eu
acredito que muito em breve, mais amadurecido e experiente, Param Gati
Maharaja estará outra vez entre nós. Estará se destacando por sua devoção,
sua maneira estrita de ser e sua dedicação aos devotos, pois, ``Quem Foi
Rei, Sempre É Majestade!´´. Eu Conto com isso.

Que este texto sirva de oferenda na ocasião de seu aniversário, dia 29 de
junho. Parabéns, Maharaja, que Prabhupada o mantenha sempre entre nós.
Aceite minha amizade sincera.

Seu servo

Dhanvantari Swami

2) O Swami mostrando a sua face

*De:* Dhanvantari Swami [mailto:dswami@iskcon.com.br]
*Enviada em:* domingo, 28 de fevereiro de 2010 11:19
*Para:* Mathura Natha Das; 'Giridhari Das'; ce@iskconcgb.net
*Cc:* 'Candra Mukha Swami'; 'Purusatraya Swami'
*Assunto:* Re: Paramgati Swami

Caros Giridhari, Mathuranantha e todos

Reverencias. Todas as glórias a srila Prabhupada..

Olha só, sugiro que se tome muito cuidado com essa decisao de " deixar cá entre nós". Acho que na carta dele pode até ser omitido alguma informação mas jamais pode ter algum jogo de palavras que favoreça o famoso jeitinho que ele gosta de dar para proteger seu prestígio. Ele foi vítima de seu próp´rio sentimento de falso-prestígio e nós vamos " autorizá-lo" e assinar em baixo que ele continue cultivando a esperança de falso reconhecimento?

Ele já ligou para vários discípulos dizendo que a idéia foi dele, e pelo menos para um deles, disse que é só por 3 anos, que depois volta ao ashrama de sannyasi.

Por amizade, bondade e até misericórdia com ele, deveríamos pedir-lhe que na carta não mencione que a iniciativa de tirar-lhe o sannyasi foi dele mesmo. Mesmo porque maiks cedo ou mais tarde, vai vazar... e vai ficar pior para ele, e talvez até para nós mesmos...

Seu servo

Dhanvantari Swami







3) Os Camaradas




-------- Mensagem original --------
Assunto: RES: Paramgati Swami
Data: Sun, 28 Feb 2010 11:47:41 -0300
De: Giridhari Das <gd@pandavas.org.br>
Para: 'Dhanvantari Swami' <dswami@iskcon.com.br>, 'Mathura Natha Das' <mathuranatha@terra.com.br>, <ce@iskconcgb.net>
CC: 'Candra Mukha Swami' <cmsw@uol.com.br>, 'Purusatraya Swami' <pswami@goura.com.br>



Maharaja, dandavats!

Aqui está parte do trecho da carta de PGS. Acho que está bem honesta aos fatos:

"O assunto foi discutido no dia 14 de fevereiro de 2010 e os membros ficaram divididos e a votação ficou indefinida. Neste mesmo dia, à noite, fui ver Prahladananda Maharaj, chairman do comitê de Sannyasis e conversando com ele sobre o resultado da votação eu dise que estaria disposto a deixar o asrama de Sannyasi se isto pudesse ajudar a resolver o impasse e mais tarde o GBC consideraria a situação. Para preservar a Iskcon e o GBC estava disposto a tomar esta decisão."

O fato é que o GBC mesmo criou essa situação, deixando que ele "pedisse" para ser tirado do sannyasa ashram, ao invés de ser expulso do mesmo. Portanto, de um lado, faz parte do "acordo" que foi feito com ele, que ele possa preservar sua dignidade parcialmente dizendo que pediu para deixar de ser sannyasa, e que não foi tirado dele.

Quanto aos 3 anos, eu conversei com Devamrta Swami e Prahladananda Swami e não há acordo algum de re-instalar ele como sannyasa daqui a três anos. Nada é certo nesse sentido e ele pode nunca mais ser um sannyasi.

O fato é que esse assunto é um grande "abacaxi". Não só para nós, mas para o GBC também. Assim, eles usaram essa técnica de 1) pedir para ele se retirar do sannyasa-ashram e 2) colocar essa re-avaliação em 3 anos como forma de esvaziar a coisa e minimizar a tensão. Mas o humor que prevaleceu é que ele não poderia ser um sannyasi, tanto por ter cometido esses abusos como pelo fato de ser gay (isso foi abertamente falado no plenário GBC). Ficará fácil para o Brasil fazer uma campanha discreta pedindo para o GBC não deixar ele ser sannyasi novamente se isso for a vontade da liderança nacional daqui a três anos, pois haverá muitos outros membros do GBC pensando igual, como também haverá 100% apoio do Ministério de Sannyasa que não quer ele como sannyasi.

Seu servo,

Giridhari Das

Comentários

  1. Dhanvantari mostra o que ele é , uma serpente da qual se deve ter muito cuidado ao lidar, isto mostra quanto lixo existe dentro da ISKCON , se tem que fazer uma limpeza urgente de estes elementos sujos que obscurecem a missão de Srila Prabhupada, em outras palavras para ser mais claros se tem que chutar na cara destas figuras.

    ResponderExcluir
  2. E' realmente increivel que tem gente que perde um tempao criticando os outros e nao faz p.nenhuma e nunca fez a metade do que essa galera ja fez. E' claro que eles fezaram um montao de m. no passado mas nao vou ficar criticando achando que sou o melhor por que nao sou. Nao sou vi.a.do e sou muito apegado a mulheres...entao fazer o que? Canto e leio e peco a Krsna para tirar a luxuria do meu coracao...criticar nao e' a minha.

    ResponderExcluir
  3. É com grande dor que vemos alguns comentários à respeito da liderança da Iskcon. Mancharam com o sangue da vaidade,intolerância e arrogância os ensinamentos de Srila PRABHUPADA, O ÚNICO E VERDADEIRO gURU DA ISKCON. Terá sido em vão o sacrifício daquele senhor idoso, aparentemente frágil que abandonou a sua família para seguir a ordem dos seu mestre? Hoje os gurus se aposentam quando deveriam estar instruindo os seus discípulos...

    ResponderExcluir
  4. qualquer que trabalhou com Dhavantari ja foi testemunha de suas duas caras e personalidade venenosa. Que a mascara dele caia um dia perante o povao que o segue cegamente. Essa é minha prece!

    ResponderExcluir
  5. Os camaradas sempre são adorados por pessoas que gostam compartilhar das mesmas coisas, fama , poder, mulheres, todo isto de alguma forma pode ser fornecido por Dhanvantari bem como qualquer patife que goste de lucrar com ISKCON.
    Hoje em dia o comercio e a propaganda tomou lugar no movimento, infelizmente estes malandros se ocultam por trás das paredes de alguma sociedade, integrada por idolatras.

    ResponderExcluir
  6. Esse dhanvatari nunca foi swami...ele é um safado pilantra...o que ele quer mesmo é comer todas as mulheres e suas discipulas putas e iniciar com um belo par de chifres aquele que se oferecer como discipulo e ter uma mulher pra ele entrar na mente e comer...chandra muka rasanada purushatraya tudo safados
    tomaram pra eles o movimento...esse pilantras ficam com ideia de seminario...isso nunca foi um seminario...isso é lixo lixo lixo...
    pode ter certeza se sua mulher entrou lá,sua namorada...sua mae...virgem ela não sai mesmo ...agora se não era virgem não tem problema pq ele comeu mesmo...esses idiotas que deixam as mulheres irem lá...essses cornos dos discipulos dele...esse é o maior demonio na iskon do brasil ele e seu irmão tudo uma cambada de safados...no fundo eu acho que se alguem ainda está nesta instituição é pq é muito santo e nunca percebeu nada ou pq é muito do safado mesmo e compartlha de tudo que esses vermes fazem...
    A iskon é de Srila Prabhupada ...mas infelizmente e no momento os demonios se apossaram...
    Tenho fé que isso um dia vai mudar
    Dhavantari se um dia vc ler isso ou algum discipulo seu...fique sabendo que o senhor Shiva não está nada feliz com isso...mas como todos nós sabemos o Senhor Shiva pode até satisfazer os demonios,mas tbm pode aniquila-los facilmente e quando o chicote do senhor Shivam descer sobre vc eu não vou me preoucupar pois sei que ele vai guardar pra mim o que eu quero ....a sua CABEÇA seu ser demoniaco, para eu levar para o senhor Nrisimhadeva e mostrar a ele que um devoto de Krishna tbm pode lutar!!!!
    Na hora certa no momento certo nós vamos estar lá esperando vc tentar entrar...e ai Krishna vai soprar seu buzio e seu coração vai tremer sua alma engasgar,e então teremos Krishna para nos guardar e vc como os demonios só terá maya para te ajudar...

    10 de janeiro de 2011 18:28

    ResponderExcluir
  7. TUSO ISTO É IMPRESSIONANTE! UM SWAMI GAY É POSSÍVEL? UM SWAMI FALSO É POSSÍVEL? ONDE
    ESTÁ A VERDADE? CASO ESTES E-MAILS SEJAM
    VERDADEIROS A COISA COMPLICOU PARA O SWAMI.
    QUEM TEM AMOR POR PRABHUPADA E RESPEITA KRSNA
    COMO DEUS FICA UM POUCO DECEPCIONADO COM TUDO
    ISTO ACONTECENDO.

    ResponderExcluir
  8. Tudo é possível no mundo de maya, porém a verdade sempre é benéfica embora seja dura e forte.

    ResponderExcluir
  9. hare krishna.todas as glorias a srila prabhupada. peço a opiniao de todos vcs. quem deseja dedicar-se de verdade e com seriedade a religião hare krisha deve procurar um templo gaudiya matha de Sri Srimad Bhaktivedanta Narayana Gosvami maharaja? pergunto isto por que acho que aqui no brasil só existem a gaudiya matha e a iskcon. espero a orientaçao de todos. hare krishna servo dos devotos

    ResponderExcluir
  10. Caro servo , Srila Prabhupada é aquele que na verdade nos pode dar orientação nesta vida espiritual, com respeito a ISKCON Brasil ela sofre por diferentes problemas entre seus lideres como é o caso de praticamente todo o movimento mundial.Esto se deve a no seguir as ordens de Srila Prabhupada na integra e de fabricar gurus que não estão no mesmo nível que Srila Prabhupada. A Gaudya Math por enquanto esta separada de ISKCON,mas tudo depende de sua escolha, se o desejo é servir a Srila Prabhupada então o primeiro antes de ir algum lugar é conhecer bem o que Srila Prabhupada quer, e depois seguir suas ordens, assim você poderá ficar livre de diferentes armadilhas que se podem apresentar em diferentes instituições.Ha que lembrar que o processo hoje em dia requer uma força individual, já que as instituições Vaisnavas não estão passando por um bom momento, devido a isto elas não podem ajudar ninguém na vida espiritual.

    ResponderExcluir
  11. Nossa estou impressionada com tanta bondade e sabedoria , parabéns continuem assim , vcs vão longe , mas o mais engraçado é que ninguém ta pedinto pra vc serem da iskcon pelo contrario peguem todos os seus ideais e princípios e vão pregar , tem muitas pessoas precisando dos santos nomes , preguem , distribuam livros, satisfaçam Srila Prabhupada , criem Gaudyas Maths pelo mundo inteiro preguem , em vez de ficarem falando mal de fulano e ciclano , nos temos o livre arbítrio para fazermos o que quisermos , e como quisermos se ñ estão satisfeitos saiam duvido que tem alguém implorando pra vc ficarem perto Hare Krsna

    ResponderExcluir
  12. Caro Dasa nudasa. Porque nós temos que pregar nossos ideias? Srila Prabhupada já estabeleceu os ideias a serem seguidos em ISKCON. Em todo caso a limpeza tem que ser feita em casa. Então nós como seguidores de Srila Prabhupada concordamos completamente com você que os que tem que sair do movimento de Srila Prabhupada são as pessoas falsas que tem usurpado desautorizadamente a posição de Srila Prabhupada. Então procure saber o que Srila Prabhupada ordena e depois veja como ajudar a limpar as impurezas do movimento. Glórias a Srila Prabhupada verdadeiro guru Hare Krishna.

    ResponderExcluir
  13. nossa eu já desconfiava que rolava fuleragem mas eu tenho toda certeza. eu estou no movimento a três anos foi a melhor coisa da minha vida mas tem um problema no templo do Recife tem devotas que acham que são melhores que todo mundo, é uma coisa horrivel mas no movimento não pode falar nada todo mundo passa a mão na cabeça ai fica por isso mesmo. esse ano eu estava querendo muito ir no seminário até que o Dhanvantari Swami ele foi muito atencioso comigo no começo mas quando fui ver o custo do seminário disse que não tinha condição depois disso ele nem deu atenção. e também eu queria que ele fosse meu guro eu pedir por e-mail mas ele nunca me respondeu eu escrevi quatro vez, ai fui passa o carnaval deste ano em Campina Grande mas nunca me senti escanteada eu dava here krishna e tinha devotos que nem respondia. os devotos só ligam se você tiver algum do interesse deles, depois disse comecei a pesquisar mas sobre Dhanvantari Swami e encontrei esse testo dele. eu acho com um devoto que a pouco tempo falou a mais pura verdade no krishna katha falando mal dos devotos do movimento e o que ele escreveu eu passo por isso, de devotos só querer ter amizade com quem tem dinheiro, querer ser melhor do que os outros, muita fofoca, casal de lésbica morando no templo e entre outros. eu estou pensando seria mente eu vou seguir só Srila Prabhupada porque é o único verdadeiro. Hari boll

    ResponderExcluir
  14. É ridícula a postura desse pretenso vaishinava pedro não sei que. Pensa apenas no seu prestígio, um poço de luxúria que está apegado ao status social dentro de uma organização religiosa....O QUE ADIANTA TER NOME DE SANNYASI SE ESTÁ DESFRUTANDO E QUEBRANDO PRINCÍPIO. É O CUMÚLO DA HIPOCRISIA E DA FALSIDADE. A luta dele para preservar seu status e "dignidade' é ridícula. ele é o mais baixo dos mais baixos. é lamentável. por essas e outras mantenho distacia da iskcom

    ResponderExcluir
  15. São acusações muito graves! não se pode ofender um devoto de Krishna desta maneira, seja iskcon ou não! e não se tira conclusões de um corpo geral a partir de um só devoto! cada um tem sua maya e a meta da vida não é ficar procurando defeitos ou problemas em quaisquer instituição religiosa, a meta da vida é desenvolver amor puro por Deus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não se pode ter amor puro por Deus adorando a malandros. O problema é que você não está vendo a ofensa feita contra Srila Prabhupada que é o verdadeiro devoto puro de Krishna. Você esta sendo enganado por farsantes que ficam se escondendo e manipulando as pessoas em alguma instituição religiosa. Pelo bem dos inocentes estamos expondo toda a mentira e o negocio que tem por trás das vestes de renunciante. Cante Hare Krishna e seja feliz. Glórias a Srila Prabhupada!

      Excluir
  16. Vocês que ofendem com tanta veemência realmente são totalmente desorientados. Uma coisa é ser Srila Prabhupada e outra é ser um seguidor dele. São níveis diferentes de avanço espiritual, mas isso não quer dizer que uma pessoa indicada pelo GBC não possa receber iniciação de sannyasa e continuar evoluindo. Sei que as pessoas têm falhas, mas eu pessoalmente acompanhei de perto durante muitos anos o trabalho de Dhanvantari swami e sempre vi sua sinceridade e determinação em servir Srila Prabhupada. Esse idiota (rudram) que falou que ele se relaciona com mulheres, ah coitado, peço a Deus que o perdoe, porque difamar desta forma é muito grave para ele. Conheço de perto a conduta de Dhanvantari e ele pode ter alguns erros como todo ser humano, mas esta questão administrativa de ter que lidar com uma situação tão delicada a respeito de Paramgati faz com que todos acabem ficando perplexos e mexe com a estrutura de qualquer um, inclusive dos lideres. Agora, eles precisam de alguma forma, num momento em que discipulos estão fragilizados espiritualmente, ajudar a todos a terem força e não desacreditarem na ISKCON de Srila Prabhupada, ainda que os vicios e más qualidades proeminentes da Kali-yuga adentrem atá a mente de pessoas sinceras na missão de Caitanya Mahaprabhu, mas que não conseguiram segurar a onda e aí cairam. Prabhupada diz que Maya é tão forte que até um devoto puro pode cair, ele disse isso a um discípulo que o viu chorando diante das deidades, então quando questionado o porque dele estar chorando, ele disse que pedia sempre a Krishna que nunca o deixasse cair. Lógico, sabemos da posição ímpar de Prabhupada, e sabemos que seus seguidores não estão a seu nivel, mas dizer que eles são falsos, venenosos etc. é mentira, pois quem convive com eles sabe de todo o esforço sincero que eles dedicam à causa de servir a Prabhupada. Inclusive, de terem deixado uma vida de prazeres mundanos em troca da vida super corrida e invasiva por parte de todos que sempre querem ajuda espiritual. Poderia falar muitas coisas, mas talvez em outra oportunidade. o fato é que nunca tantas calúnias infundadas. Que Krishna tenha piedade de vocês por tamanha ofensa a devotos que estão trabalhando duro para o bem espiritual da humanidade, enquanto outros só falam asneiras e comentem seus pecados, tornando-se assim, hipócritas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Paulo Chiarioni, Todas as Glórias a Srila Prabhupada. Referente a seu comentário temos o infortúnio de infomar que as pessoas que você diz serem devotos puros, não são de fato e nunca foram. Dhanvantari swami é uma pessoa condicionada as leis do GBC uma pessoa que explora seus seguidores ostentado uma posição da qual ele não tem habilidades, não passa de um mero farsante e charlatão. Em nenhum momento como publicado acima, Dhanvantari da sinais ou sintomas de confiança alguma, muito pelo contrário Dhanvantari é um exemplo vivido do sistema corrupto de gurus criado pelo GBC, o qual Srila Prabhupada nunca aprovou, é por isso que vemos pessoas iludidas com falsas promesas e exemplos do qual você se encontra sendo enganado, por pessoas que defendem sua visão contaminda sobre o movimento de Srila Prabhupada. A ofensa é feita por você e por todos os seguidores dos falsos gurus da ISKCON ao não aceitarem as ordens de Srila Prabhupada. Neste caso você esta bem certo, que Krishna tenha muita misericórdia de você e todos os malandros e farsantes que tem estragado o movimento de Srila Prabhupada. Devemos lembrar que desobedecer as ordens do mestre espiritual genuíno é uma ofensa no cantar puro dos santos nomes de Krishna. Portanto sua ideia é completamente deturpada da realidade e carente de substância, como tal nosso humilde pedido é que se renda a Srila Prabhupada e deixe de seguir pessoas desautorizadas. Hare Krishna!

      Excluir
    2. Caro "não sem quem". Eu não mencionei ninguém como devoto puro, e sim que Prabhupada disse que Maya é tão forte que pode fazer até um devoto puro cair. As orientações que Prabhupada estabeleceu como parâmetros de conduta para que seus discípulos se tornassem gurus podem ser lidas, por exemplo, neste link: http://ritvik-philosophy.blogspot.com.br/2011/10/este-material-foi-originalmente.html.

      Na verdade eu só entrei neste fórum por ver tamanha grosseria e falsidade em relação a comentários que caluniam uma pessoa como Dhanvantari swami. Vocês podem ter suas opiniões em relação a que ele ou outros gurus da Iskcon não são devotos puros, isto deve ser respeitado, agora chamar Dhanvantari swami de farsante e outras mentiras totalmente estúpidas, isso é demais. Como já disse, convivi com ele por muitos anos e nunca houve exploração por sua parte com ninguém, pelo contrário, sempre o vi doando a energia de sua juventude para servir a Prabhupada, e sempre foi um homem justo, solidário, caridoso e honesto.

      Srila Prabhupada disse que os critérios para um devoto ser guru não necessariamente têm que adentrar o nível de realização de um uttama adhikari ou devoto puro. Esta afirmação dele pode ser lida com detalhes no link acima.

      A ofensa não é feita por mim nem por devotos da Iskcon, mas sim por estas pessoas que aproveitam este blog sem fundamento para expor palavras de baixo calão e falar qualquer asneira. Mas vamos ver com o passar do tempo pelo resultado do beneficiamento espiritual das pessoas em geral, assim como eu fui beneficiado e incontáveis pessoas que conheço. Não compartilho com sua idéia de que eles são "farsantes". Pelo contrário, sempre vi e vejo muitos bons exemplos de gurus dedicados, pregando a filosofia de Srila Prabhupada e ajudando muitas pessoas a evoluir espiritualmente.
      Minha idéia não é deturpada da realidade nem carente de substância, pois entendo a filosofia deixada por Srila Prabhupada e o que acontece com a realidade da Iskcon está de acordo ao plano de Caitanya Mahaprabhu, ou seja, o desenvolvimento da consciência de Krishna na humanidade na era de Kali já está acontecendo, e como parte deste processo está o aprimoramento das qualidades espirituais, aonde todos vão evoluindo, cada qual no seu grau particular: mlechas, shudras, vaishas, kshatriyas, brahmanas, brahmacaris, grhasthas, vanaprasthas e sannyasis. Continuarei seguindo aqueles seguidores de Prabhupada que estão de acordo a guru-shastra e sadhu e se por acaso caírem, existirão tantos outros que estarão vivendo e pregando de acordo ao que Prabhupada ensinou.

      Sei da posição eternamente ímpar de Srila Prabhupada, e não pretendo aqui mudar a opinião de ninguém em relação a não aceitar outros gurus, só não posso deixar de me manifestar contra ofensas tão baixas e mentirosas citadas neste fórum, que aliás nem deveria existir, pois este nível de discussão tão baixo não produzirá a conscientização benéfica de ninguém, mas sim, só a discórdia e o retrocesso espiritual de todos os envolvidos.

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    4. Caro Paulo Chiarioni, o link que você menciona não da nenhuma prova ou ordem de Srila Prabhupada que autorize a seus discípulos a agirem como diksa gurus em ISKCON. O que você comenta é parte de sua visão institucionalizada criada pelo GBC pos Prabhupada. O fato é que Srila Prabhupada não autorizou a Dhanvantari a agir como diksa guru. Isto é um carimbo dado pelo GBC. Srila Prabhupada não ensina em seus livros que qualquer um pode ser guru e sair iniciando discípulos, aqui temos outros exemplo de como em ISKCON na atualidade se dão muita interpretações falsas para justificar a falsidade do sistema de gurus. Porém Srila Prabhupada nunca ordenou semelhante absurdo. Sobre sua questão as ofensas, na realidade você esta confundindo verdade com ofensa. Dhanvantari não é guru nem tem qualificação para ser sucessor de Srila Prabhupada, isto não é uma ofensa, isto é verdade, pode você concordar ou nâo, porém isso é problema seu. O fato é que Srila Prabhupada é diksa guru de ISKCON e o comportamento de Dhanvantari nos da um exemplo prático de que ele não tem qualificação para ser adorado ao nível de diksa guru, representante de Krishna. Por isso nosso pedido é que deixei o fanatismo de lado e procure seguir a Srila Prabhupada sem dar nenhuma interpretação a seus ensinamentos e sem ser influenciado por falsos gurus e sua propaganda distorcida da verdade.

      Excluir
    5. Srila Prabhupada Says: A GURU CAN BECOME GURU WHEN HE'S ORDERED BY HIS GURU. THAT'S ALL. OTHERWISE NOBODY CAN BECOME GURU

      Srila Prabhupada: Try to understand. Don't go very speedily. A GURU CAN BECOME GURU WHEN HE'S ORDERED BY HIS GURU. That's all. Otherwise nobody can become guru. (Ref. VedaBase, Bhagavad-gita 7.2 -- Nairobi, October 28, 1975)

      NO such order was ever issued from Srila Prabhupada. We therefore openly challenge ANYONE please provide us with tangible proof in writing from Srila Prabhupada confirming His order.

      ARE SRILA PRABHUPADA'S DISCIPLES QUALIFIED TO BECOME GURUS [diksa-gurus]? NO - THEY ARE NOT!

      Tamala Krsna: "It's clear fact that we are all conditioned souls, so we cannot be guru"

      Srila Prabhupada Room Conversation, Bombay, April 22, 1977:

      Srila Prabhupada: What is the use of producing some rascal guru?
      Tamala Krsna: Well, I have studied myself and all of your disciples, and it's clear fact that we are all conditioned souls, so we cannot be guru.
      Srila Prabhupada: Hm. (agrees confirmative)
      Tamala Krsna: Maybe one day it may be possible... but not now.

      Note: As we can clearly see from Tamal Krishna’s earlier comment in April 1977, “Well, I have studied myself and all of your disciples, and it's clear fact that we are all conditioned souls, so we cannot be guru. ” BUT just AFTER 7 months in NOVEMBER, the departure of Srila Prabhupada, he was deceitful, he CHEATED, thus began the Guru HOAX in ISKCON. He proclaimed the 11 Ritviks [officiating representatives] were now to be ACCEPTED as “successor gurus”, “Uttama Adhikaris” and anyone who thought otherwise would bring “one dangerously near the precipice of spiritual calamity.” Threats were common to those who opposed them, and Srila Prabhupada's disciples who protested where kicked out.

      Tamal Krsna was the chief mastermind to disobey and dismantle July 9th 1977 Ritvik order from Srila Prabhupada to the society to initiate on Srila Prabhupada’s behalf.

      Excluir
    6. In the Padma Purana, the characteristics of the guru, the bona fide spiritual master, have been described: "The guru must be situated on the topmost platform of devotional service." There are three classes of devotees, and the guru must be accepted from the topmost class. The first-class devotee is the spiritual master for all kinds of people.

      (Sri Caitanya-caritamrta. Madhya-lila 24.330 The Sixty-One Explanations of the Atmarama Verse)

      Excluir
    7. Caro não-sei quem, o link que eu mencionei dá sim, provas de que Srila Prabhupada instrui seus discípulos a se tornarem dikshas gurus e qualquer pessoa com um mínimo de inteligência pode ler e entender este fato. Inclusive abaixo transcrevo alguns trechos evidentes sobre esta questão, por isso a minha visão é totalmente baseada nas instruções de Prabhupada. Ele autoriza por exemplo, um discípulo como Dhanvantari swami a ser diksa guru da Iskcon. Assim o “carimbo” do GBC é o mesmo “carimbo” de Prabhupada.
      É claro que Prabhupada não autoriza em seus livros qualquer um a se tornar guru, e sim aqueles que podem repassar a consciência de Krishna através da filosofia, prática e instruções dadas por seu mestre, e não necessariamente este discípulo tem que se qualificar como um madhyama-adhikari ou devoto puro (vide instruções de Srila Prabhupada abaixo).
      Eu não falei que ofenderam Dhanvantari swami pelo fato de dizerem que ele não pode ser um sucessor de Prabhupada, e sim por caluniá-lo grosseiramente, como foi feito por alucinados neste fórum, atitude esta típica de pessoas estúpidas e mal educadas.
      Srila Prabhupada é muito mais do que o diksha guru da Iskcon, ele é o fundador acharya eterno da Iskcon de dez mil anos, e seus discípulos e seguidores futuros que vierem a se tornar gurus diksas serão simplesmente os servos dos servos fiéis de Prabhupada.
      Você fica atado a este conceito de que os discípulos de Prabhupada não estão ao mesmo nível dele (e não estão realmente) e esquece que o que importa é estar vivendo e pregando de acordo com o que Prabhupada ensinou, não necessariamente tendo o mesmo standard dele. Ele mesmo (Prabhupada) comprova isso nas cartas abaixo, quando diz que qualquer um pode e deve tornar-se guru.
      No mais, você demonstra fanatismo e confusão filosófica por conta da invenção de só aceitar instruções DIRETAS do fundador acharya, e não AS MESMAS INSTRUÇÕES vindas de seus seguidores, por isso não consegue seguir dentro da Iskcon os servos dos servos de Prabhupada. Com isso, o objetivo de avançar espiritualmente e ser feliz fica comprometido, pois desvia-se da filosofia de Caitanya Mahaprabhu, que é servir ao servo do servo do devoto puro. Este assunto de Rtvik já foi consumado e a Iskcon mundial segue forte sob as bênçãos de Srila Prabhupada.
      Como já disse, respeito quem queira seguir este sistema inventado, porém nunca vou admitir calúnias e mentiras grosseiras sobre a pessoa de Dhanvantari swami, pois o conheço de perto. Assim, cada um que fique com suas convicções, mas sempre procurando agir, no mínimo, com ética e respeito para com o próximo.

      Excluir
    8. P.S. Trechos de Cartas de Srila Prabhupada a seus discípulos sobre a orientação de seus seguidores se tornarem dikshas gurus da Iskcon.
      No começo de 1967, Srila Prabhupada escreveu:
      “Qualquer um seguindo a ordem do Senhor Caitanya sob a orientação de Seu
      representante fidedigno pode se tornar mestre espiritual, e, na minha ausência, eu desejo
      que todos os meus discípulos se tornem mestres espirituais fidedignos para que assim
      propaguem a consciência de Krsna pelo mundo inteiro”. (Carta a Madhusudana,
      11/02/1967)
      “Mantenha o treinamento muito rigidamente, e então você é um guru fidedigno e pode
      aceitar discípulos no mesmo princípio. Mas, como uma questão de etiqueta, o costume é
      que, durante a vida do seu mestre espiritual, você leve os possíveis discípulos a ele, e,
      em sua ausência ou desaparecimento, você pode aceitar discípulos sem nenhuma
      limitação. Esta é a lei da sucessão discipular. Eu desejo ver os meus discípulos se
      tornando mestres espirituais fidedignos e propagando a consciência de Krsna muito
      amplamente; isso fará a mim e Krsna muito felizes”. (Carta a Tusta Krsna Svami,
      02/12/1975).
      Prabhupada: Quando eu ordeno “torne-se guru”, ele se torna um guru regular. Isso é
      tudo. Ele se torna discípulo do meu discípulo. É isso...
      Prabhupada: E Caitanya Mahaprabhu diz: amara ajñaya guru haña. Aquele que pode
      compreender a ordem de Caitanya Mahaprabhu, ele pode se tornar guru. Ou aquele que
      compreende a ordem de seu guru, o mesmo parampara, ele pode se tornar guru. Eu,
      portanto, irei selecionar alguns de vocês.
      Guru é apenas um. Guru significa, como vocês explicaram, ajñana-timirandhasya
      jñanañjana-salakaya, caksur unmilitam yena tasmai sri-gurave namah. Aquele que
      erradica ajñana, andhakara, escuridão. Na escuridão, se alguém traz um archote,
      ajñana-timirandhasya jñanañjana-salakaya... a jñana-rupa, tocha, ele é guru. Assim,
      talvez existam diferentes níveis, mas qualquer um que abra os olhos espirituais, ele é
      guru.
      Mas não importa o nível. De fato, se o guru ensina a consciência de Krsna, ele então
      pode ser o de nível mais baixo, mas ele é aceito como guru. Não há questão de rejeição.
      Porque Krsna é jñana de verdade. Alguém que ensina que Krsna é a Suprema
      Personalidade de Deus, “A pessoa tem que conhecer Krsna, ela tem que se render a
      Krsna”, este tipo de pregação é necessário.
      Assim, Caitanya Mahaprabhu diz: amara ajñaya guru haña tara ei desa yare dekha tare
      kaha krsna-upadesa.
      Ele diz: amara ajñaya. Por Minha ordem, você se torna mestre espiritual.
      Assim, a pessoa pode ser muito iletrada, sem estudo, (e) ou sem escolaridade, talvez não
      seja nascida em família brâmane, ou talvez não seja sannyasi. Há muitas qualificações.
      Mas a pessoa talvez não tenha todas essas qualificações. Ele talvez seja o patife número
      um, mas, ainda assim, ele pode se tornar mestre espiritual. Como? Amara ajñaya. Como
      Krsna diz, como o Senhor Caitanya diz, se você segue, então você se torna mestre
      espiritual. A pessoa pode ser o patife número um do ponto de vista material, mas se ele
      simplesmente segue estritamente o que quer que seja dito por Caitanya Mahaprabhu ou
      por Seu representante, o mestre espiritual, então a pessoa se torna guru. (Discurso de
      Vyasa-puja, Londres, 21/08/1973)

      Excluir
    9. Assim, Caitanya Mahaprabhu diz: amara ajñaya guru haña tara ei desa yare dekha tare
      kaha krsna-upadesa.
      Ele diz: amara ajñaya. Por Minha ordem, você se torna mestre espiritual.
      Assim, a pessoa pode ser muito iletrada, sem estudo, (e) ou sem escolaridade, talvez não
      seja nascida em família brâmane, ou talvez não seja sannyasi. Há muitas qualificações.
      Mas a pessoa talvez não tenha todas essas qualificações. Ele talvez seja o patife número
      um, mas, ainda assim, ele pode se tornar mestre espiritual. Como? Amara ajñaya. Como
      Krsna diz, como o Senhor Caitanya diz, se você segue, então você se torna mestre
      espiritual. A pessoa pode ser o patife número um do ponto de vista material, mas se ele
      simplesmente segue estritamente o que quer que seja dito por Caitanya Mahaprabhu ou
      por Seu representante, o mestre espiritual, então a pessoa se torna guru. (Discurso de
      Vyasa-puja, Londres, 21/08/1973)
      É o desejo de Sri Caitanya Mahaprabhu que todos se tornem Vaisnavas e gurus.
      Seguindo as instruções de Sri Caitanya Mahaprabhu e de Sua sucessão discipular, a
      pessoa pode se tornar mestre espiritual, pois o processo é muito fácil. A pessoa pode ir a
      todo e qualquer lugar para pregar as instruções de Krsna.
      ... o dever de todo Vaisnava é viajar e pregar o Bhagavad-gita, quer em seu país, quer
      em uma país estrangeiro. (Cc. M. 24.277)

      Excluir
    10. “Nós não temos que manufaturar nada novo. Estamos obtendo conhecimento perfeito de
      Krsna através da sucessão discipular; nossa posição, portanto, é muito firme. O que quer
      que escutemos do mestre espiritual fidedigno deve ser praticado na vida, e a mesma
      mensagem deve ser distribuída para quem quer que encontremos. Assim, você se torna
      mestre espiritual. (Carta a Kirtiraja, 13/12/1975)
      5. Desta vez, eu pedi a todos os importantes amigos de Nairobi que: “Agora, tomem
      sannyasa e se tornem guru. Krsna Caitanya Mahaprabhu pediu a todos que se tornassem
      gurus. Amara ajñaya guru haña tara ei desa. Vocês vieram para a África. Agora,
      tornem-se gurus e liberem a todos”. “Agora, como devo fazer isso?”. Yare dekha tare
      kaha krsna-upadesa: “Apenas fale. Não se torne pretensioso. Apenas diga o que Krsna
      fez e disse. Isso é tudo. Você se torna guru”. (Conversa, Bombaim, 11/03/1975)
      Bambarambhe laghu-kriya, na palavra sânscrita, que você pode fazer planejamentos de
      primeira classe, mas o resultado é zero. Assim, esse planejamento hierárquico é está
      exatamente fora da consciência de Krsna. Mas o nosso método é muito simples. Se
      alguém é afortunado o bastante para se encontrar com um mestre espiritual fidedigno, e
      ele age estritamente sob sua disciplina, ele também se torna, dentro de um curto espaço
      de tempo, outro mestre espiritual. (Entrevista, Seattle, 24/09/1976)
      Como as pessoas estão na escuridão, precisamos de muitos milhões de gurus para
      iluminá-las. Portanto, a missão do Senhor Caitanya é, Ele disse que “tornem-se todos
      gurus”. Amara ajñaya guru haña tara ei desa. Vocês não precisam ir para países
      estrangeiros. Onde quer que estejam, instruam; tornem-se gurus. Isso não importa. Ei
      desa. Ele diz: ei desa. Se você tiver obtido o poder, você pode ir para outro país, mas
      isso não é necessário. Em qualquer vila, em qualquer país ou cidade que você esteja,
      torne-se guru. Essa é a missão de Caitanya Mahaprabhu. Amara ajñaya guru haña tara
      ei desa. “Este país, este lugar”. Então, “mas eu não tenho a qualificação. Como posso
      me tornar guru?”. Não há necessidade de qualificações. “Ainda assim, eu posso me
      tornar guru?”. Sim. “Como?”. Yare dekha tare kaha krsna-upadesa: “Com quem quer
      que você se encontre, você instrui o que Krsna disse”. Isso é tudo. Torne-se guru. Todos
      estão muito ansiosos por se tornarem gurus, mas os patifes não sabem como se tornar
      gurus, algo simples.
      Assim, essa é a nossa missão. Todos vocês que vieram para o movimento da
      consciência de Krsna, esse é o nosso pedido, que vocês, todos vocês, tornem-se gurus,
      mas não falem besteira. Esse é o pedido. Apenas digam o que Krsna disse. Então vocês
      se tornam brahmanas. Vocês serão gurus, e tudo. Muito obrigado. (Aula, Honolulu,
      21/05/1976)

      Excluir
    11. Caitanya Mahaprabhu disse que “torne-se guru”. Amara ajñaya guru haña tara ei desa.
      “Torne-se guru e libere todos”. Então, “eu sou um tolo. Eu não tenho estudos. Como
      posso me tornar guru?”. A resposta é: “Não, não. Yare dekha tare kaha krsna-upadesa.
      Se você simplesmente aconselha às pessoas o que Krsna disse, então você se torna
      guru”. Mas se você manufatura suas idéias, então você não é guru. (Conversa,
      Bombaim, 07/01/1977)
      Amara ajñaya guru haña tara ei desa. Suponha que você está vivendo nesta vila.
      Caitanya Mahaprabhu diz: “Torne-se um guru aqui”. Aqui. Você não tem que ir para
      fora. Ei desa, “onde você está vivendo”. Vejam como isso é bom. Amara ajñaya: “Sob a
      Minha ordem, você se torna guru e libera as pessoas deste lugar”. Essa é a ordem de
      Caitanya Mahaprabhu... Então “Eu não sou estudado, eu não sei. Como irei me tornar?”.
      Não, você não tem que se incomodar. Yare dekha tare kaha krsna-upadesa:
      “Simplesmente repita o que Krsna disse. Você se torna guru”. Isso é tudo. Todos podem
      fazer isso. O Gita está aí. Sente-se em um lugar e pregue o Bhagavad-gita e tente
      induzir as pessoas a aceitá-lo. Assim você se torna guru. (Conversa, Bombaim,
      23/04/1977)
      A missão do nosso Caitanya Mahaprabhu é que “torne-se guru”, como eu dizia, “e
      pregue, libere as pessoas de onde você está”. Se você diz: “Como posso me tornar
      guru?”, não há dificuldade. Apenas repita as palavras do Bhagavad-gita. Isso é tudo.
      Torne-se guru. Assim, a nossa missão é criar gurus de verdade, e não aqueles
      impostores. E guru de verdade é aquele que fala em nome de Krsna. E isso é... é algo
      muito simples.
      Essa é a nossa missão. Tudo está ali. Caitanya Mahaprabhu diz: yare dekha tare kaha
      krsna-upade... “Simplesmente torne sua vida bem-sucedida por meio da compreensão
      do Bhagavad-gita e o pregue. Você se torna guru”. Assim, onde está a dificuldade? Por
      que você não faz isso? (Conversa, Bombaim 24/04/1977)
      Isso é muito fácil. Então, eu não sou um erudito. Eu sou apenas... O que quer que seja
      dito ali, estou tentando distribuir de forma palatável. Isso é tudo. Isso não é algo
      manufaturado por mim. E essa é a ... de Caitanya Mahaprabhu... Amara ajñaya guru
      haña tara ei desa. Tornem-se gurus. “Como posso me tornar guru? Eu não tenho
      estudo. Eu não tenho conhecimento”. Não, você não precisa obter todas essas coisas.
      Isso já está... Yare dekha tare kaha. Pronto. Assim, eu nunca tentei me tornar um
      erudito. Mas eu tentei, o que quer que Krsna tenha dito, entregar. Isso é tudo. E isso é
      guru. (Conversa, Vrndavana, 26/06/1977)
      “Pessoalmente, eu sou um humilde servo de Krsna, como vocês também são, mas me
      cabe aceitar o serviço de vocês simplesmente para transferi-lo a Krsna, como que em
      uma meio de comunicação. Eu tentarei fazer esse serviço a vocês e a Krsna ao longo da
      minha vida, e sinto muito orgulho de ter assistentes como vocês me ajudando em minha
      missão de motivar o movimento da consciência de Krsna”. (Carta a Dayananda,
      01/05/1969)
      “Vocês são todos meus filhos, e eu amo meus rapazes e moças americanos, que me
      foram enviados pelo meu mestre espiritual, e que aceito como meus filhos”. (Carta a
      Satsvarupa e Uddhava, 27/07/1970)
      “Neófitos, incapazes de apreciar o exaltado serviço do devoto avançado, tentam levar o
      maha-bhagavata para a plataforma deles. Experimentamos na prática essa dificuldade
      na propagação desta consciência de Krsna ao redor do mundo. Infelizmente, estamos
      rodeados de irmãos-espirituais neófitos que não apreciam as extraordinárias atividades
      da propagação da consciência de Krsna por todo o mundo. Eles apenas tentam nos levar
      para a plataforma deles, e tentam nos criticar sobre todos os aspectos. Lamentamos
      imensamente suas atividades ingênuas e seu pobre fundo de conhecimento. Uma pessoa
      dotada de poder que está verdadeiramente ocupada no confidencial serviço ao Senhor
      não deve ser tratada como um ser humano comum, pois se declara que, a não ser que
      dotada de poder por Krsna, uma pessoa não pode propagar o movimento da consciência
      de Krsna pelo mundo”. (NDI, texto 6)

      Excluir
    12. Caro Paulo Chiarioni, Você está novamente interpretando os ensinamentos de Srila Prabhupada, e ainda você não apresenta nenhuam prova sobre o assunto diksa guru em ISKCON. Acabo de ler suas publicações e da para entender que você tem dificuldades de entender a Srila Prabhupada com claridade. Primeiro punto é, se Srila Prabhupada autoriza a todo o mundo para ser diksa guru em ISKCON, porque o GBC cria um sistema de gurus eleitos por votos? Segundo punto na maioria das citações de Srila Prabhupada se encontra a ordem de Caitanya Mahaprabhu do verso do Caitanya Caritamrita, no qual se estabelece o fato de ser um guru instrutor, seguindo as ordens dadas por Krishna no Bhagavad Gita e no Srimad Bhagavatam. Se você ler o significado de Srila Prabhupada, você pode encontrar que Srila Prabhupada diz é melhor não aceitar discípulos. Terceiro punto em nenhuma de suas citações se encontra uma ordem explicita de Srila Prabhupada que alguém seria seu sucessor na ISKCON, muito pleo contrário o que se pode ver é a enfases de Srila Prabhupada para que os seus discípulos se tornem gurus pasando instruççoes contidas em seus livros, isso é pregar, isto é conhecido como siksa guru se for o caso, porém não é autorização para ser diksa guru. Conforme citado acima Srila Prabhupada diz que alguém pode ser guru sucessor quando o guru ordenar. É interesante ver como você discorre no assunto é interpreta completamente os significados de Srila Prabhupada para manter sua fé em pessoas desautorizadas. Ainda não podemos entender porque você omite a carta enviada a todos os presidentes de templos de ISCKON no dia 9 de Julho de 1977, onde fica claro que Srila Prabhupada deixa 11 representantes Ritviks para agirem em seu nome. Isto significa iniciar novos discípulos para Srila Prabhupada e não para eles. É neste ponto que Dhanvantari entre outros estão desobedecendo as ordens do mestre espiritual. Portanto eles nao são genuínos nem autorizados. Mesmo como temos comentado nesta nota , Dhanvantari carece de veracidade, então como pode alguém ser guru e dar diksa para os outros não tendo veracidade? Continua

      Excluir
    13. Vocẽ diz que Srila Prabhupada autorizou a seus discípulos para agirem como diksa gurus, porém você não apresenta nenhuma prova que sustente o fato. Os diferentes comentários que você colocou não dizem que alguém pode sair iniciando seus próprios discípulos para si mesmo dentro da sociedade de Srila Prabhupada, se fosse tão claro como você diz, porque na conversa de Maio de 1977 os seus discípulos indagam de Srila Prabhupada, sobre como seriam as iniciações no futuro para ISKCON? Em nenhum lugar Srila Prabhupada autoriza ao GBC a cirar gurus. Isto é desvio e enganação da qual vocẽ gosta de divulgar para continuar enganando e desviando as pessoas inocentes de Srila Prabhupada. Repetimos novamente que Dhanvantari não é guru em ISKCON. Ele é uma pessoa que só compartilha da mesma politica do GBC que se tem desviado das ordens de Srila Prabhupada e continua carimbando pessoas para agirem no lugar de Sirla Prabhupada. O mestre espiritual deve estar na faze mais elevada, ou seja ele deve ser um uttama adhikari. Portanto nosso pedido é que você pesquise e olhe para todas as ordens de Srila Prabhupada e pedimos que não insira suas interpretações como você tem feito recentemente para falar coisas que Srila Prabhupada não diz. A função que Srila Prabhupada explica nas diferentes passagens citadas por você são a prova de que qualquer um, que siga o standar de Srila Prabhupada pode ser mestre espiritual no sentido de apresentar Krishna. Muitais veces temos colocado a afirmação de Srila Prabhupada falando que isto pode ser feito até por uma criança. Então se até uma criança pode ser guru que dizer o resto, o melhor dito para que o GBC cria um sistema onde algun poucos são escolhidos para agirem como dika gurus? Se é tão evidente porque GBC coloca um sistema de votos que é condenado por Srila Prabhupada em seus livros? Infelizmente você apresenta a mesma teoria dispratada do GBC promovida por Dhanvantari entre outros no Brasil para justificar o absurdo de serem dIksa gurus sem ter a autorização de Srila Prabhupada e sem ter nenhuma qualificação espiritual. Ou seja mais engano para o assunto. E como Srila Prabhupada diz na última afirmação, os neofitos tentam levar ao Maha Bhagavata para sua plataforma cáida é por isso que não podem propagar as glorias do movimento de Sri Caitanya Mahaprabhu, é por isso que o movimento na atualidade esta sendo estragado por toda esta classe de pessoas neófitas que se fazem passar por almas liberadas, mais que no fundo são tão condicionadas como qualquer pessoa do mundo material.

      Excluir
    14. “Neófitos, incapazes de apreciar o exaltado serviço do devoto avançado, tentam levar o
      maha-bhagavata para a plataforma deles. Experimentamos na prática essa dificuldade
      na propagação desta consciência de Krsna ao redor do mundo. Infelizmente, estamos
      rodeados de irmãos-espirituais neófitos que não apreciam as extraordinárias atividades
      da propagação da consciência de Krsna por todo o mundo. Eles apenas tentam nos levar
      para a plataforma deles, e tentam nos criticar sobre todos os aspectos. Lamentamos
      imensamente suas atividades ingênuas e seu pobre fundo de conhecimento. Uma pessoa
      dotada de poder que está verdadeiramente ocupada no confidencial serviço ao Senhor
      não deve ser tratada como um ser humano comum, pois se declara que, a não ser que
      dotada de poder por Krsna, uma pessoa não pode propagar o movimento da consciência
      de Krsna pelo mundo”. (NDI, texto 6)

      Excluir
    15. In the Padma Purana, the characteristics of the guru, the bona fide spiritual master, have been described: "The guru must be situated on the topmost platform of devotional service." There are three classes of devotees, and the guru must be accepted from the topmost class. The first-class devotee is the spiritual master for all kinds of people.

      (Sri Caitanya-caritamrta. Madhya-lila 24.330 The Sixty-One Explanations of the Atmarama Verse)

      Excluir

    16. Srila Prabhupada Conversation, May 28, 1977, Vrindavan:

      Prabhupada: "When I order, "You become guru," he becomes regular guru. That's all. He becomes disciple of my disciple. That's it."

      "When I order"-- NO ORDER WAS GIVEN. On the contrary, the ONLY instruction that followed TWO months AFTER was as per 9th July 1977 Letter, that they were to act in the capacity of Ritvik Representative of Acarya and the disciples initiated would be Srila Prabhupada's, NOT theirs.

      Even Tamal Krsna Gosvami admitted they were conditioned souls and consequently not qualified. (Refer to my previous article, Brief History of Guru Hoax in ISKCON)

      1) From the year 1966 to 1977 Srila Prabhupada did NOT give ANY order to anyone SPECIFICALLY "YOU become guru," so HOW can you say that they are diksa guru?

      IF Srila Prabhupada would have ordered BEFORE 1977 then there would be no point in 1977 of him stating in 1977 WHEN I order.

      It was SPECIFICALLY in the year 1977 that Srila Prabhupada said "WHEN I order" NOT before, so AFTER the year 1977 WHERE is the evidence of THAT order?

      Excluir
    17. Prabhupada: "Quando eu ordeno “torne-se guru”, ele se torna um guru regular. Isso é
      tudo. Ele se torna discípulo do meu discípulo. É isso..."
      Srila Prabhupada Conversation, May 28, 1977, Vrindavan

      Excluir
    18. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    19. Então Caro Paulo Chiarioni estamos esperando sua prova da ordem de Srila Prabhupada, não antes de 1977, se não depois. Conforme tem dito Srila Prabhupada acima, você se torna guru quando Srila Prabhupada ordena. Não teria nenhum sentido esta afirmação se Srila Prabhupada tivesse ordenado antes que todos seus discípuos seriam diksa gurus. Muito menos teria sentido ou significado enviar uma ordem a todos presidentes de templos de ISKCON como foi enviada no dia 9 de Julho de 1977. Pórem só alguém que quer deturpar a verdade pode ir contra as ordens de Srila Prabhupada e estabelecer um falso sistema de gurus.

      Excluir
    20. Sejam vocês a pureza do movimento, e pare de cobrar e julgar os outros, inclusive nossos líderes. Ajudem-os ao invés de condená-los. É isso o que aprenderam no movimento? A perseguirem e criticarem. Todos nós sabemos que nenhum dos nossos sannyasin possui santidade e isto é visível. Parem com essa falação que está feio. Respeitem Param Gati! Respeitem o próximo. Mais amor por favor! Poderia ser qualquer um de nós. Quem não tem pecado que atire a primeira pedra.

      Excluir
    21. Monge Urbano. Você esta cobrando pureza de um monte de gente e aqueles que estão enganando em nome de Srila Prabhupada você pede respeito e ajuda? Isto é uma contradição sua. Se você mesmo sabe que nenhum sannyasi possui santidade, porém ese mesmo farsante ocupa o lugar de pureza destinado a grandes pessoas santas, não podemos ser tão hipócritas e procurar apoiar a mentira em nome da verdade. Ajuda temos publicado sempre, que todos se rendam a Srila Prabhupada, porém eles não querem ese tipo de ajuda, portanto seu comentário é absurdo, vai pedir que Param Gati respeite as pessoas que ele mesmo abusou sexualmente, vai pedir que os pedófilos de ISKCON peçam perdão pelos abusos das crianças, vai pedir pelas mulheres exploradas e abusadas no movimento, em resumo deixa o falso argumento que as pessoas de fora são as culpadas pela ambição das almas condicionadas.

      Excluir

Postar um comentário

"To do things hastily and incorrectly is not good. Anything valuable takes a little time to come into existence. Therefore there is no harm in waiting for the best thing. But everything is well that ends well: That should be the principle."
Prabhupada Letters :: 1969.
.............................................................................
"Hacer las cosas de afán y mal no es bueno. Algo valioso toma un poco de tiempo para llegar a existir. Por lo tanto no hay daño en esperar lo mejor. Pero si algo va bien termina bien. Ese debe ser el principio".
Cartas de Prabhupada :: 1969.

Postagens mais visitadas deste blog

ISKCON Pandemônio

El Mono Empalado 11