A Gloriosa ISKCON que não segue as ordens de Srila Prabhupada


Recentemente nos tem chegado uma conversa com dhanur dhara dasa e com o prabhu Giridhari dasa membro da ISKCON Brasil e presidente da BBT , na qual nega as ordens de Srila Prabhupada no estabelecimento da Direção de Administração criada por Srila Prabhupada em 1974.
O interessante do Giridhari é achar que ISKCON é uma gloria na sociedade embora não se siga nada do que Srila Prabhupada estabeleceu por meio de suas ordens.


De: dhanur dhara dasa [mailto:muktivisnu@hotmail.com]
Enviada em: segunda-feira, 7 de junho de 2010 15:35
Para: gd@pandavas.org.br
Assunto: Falsos Gurus

Fale com o Editor - Guia de Hare Krishna
dhanur dhara dasa
muktivisnu@hotmail.com
Falsos Gurus

Hare Krishna!
Todas as Glórias a Srila Prabhupada!
Porque na ISKCON DE Brasil ninguém fala do DOM? e Porque vocês seguem adorando aos falsos gurus criados pela GBC?


From: gd@pandavas.org.br
To: muktivisnu@hotmail.com
Subject: RES: Falsos Gurus
Date: Mon, 7 Jun 2010 15:58:30 -0300

Caro Dhanur Dhara Das, reverências!

Jaya Prabhupada.

Quanto ao DOM, resume-se a questão assim (está em Inglês ainda – estamos traduzindo, mas creio que você entende):

1. The provision in the Direction of Management for electing a GBC was never implemented in Srila Prabhupada's time. I hold that had Prabhupada wanted to implement it, he would have done so. There is strong evidence that Prabhupada was perfectly capable of imposing his will on his managers. He had proven himself quite able to deal effectively with one conspiracy to subvert him in 1970-did he do that only to succumb to another? I don't think so.

2. Prabhupada drew up the Direction of Management; at the same time, there is evidence to show that he had mixed feelings about elections. On the one hand, he wrote to Tamal Krishna on 13 October 1969:

"One thing should be followed, however, as your countrymen are more or less independent spirited and lovers of democracy. So everything should be done very carefully so that their sentiments may not be hurt. According to Sanskrit moral principles, everything has to be acted, taking consideration of the place, audience and time."

On the other hand, he wrote to Karandhara on 19 July, 1973: "Democracy in spiritual affairs is not at all good but breeds power politics. We should be careful about power politics."

3. In 1975 Srila Prabhupada guided the GBC in the conduct of its first formal annual general meeting. He instituted parliamentary procedure, and in the first session he voted along with everyone else (to show how it is to be done). He caused the resolutions passed to be recorded by the secretary in an official minute book. He personally signed off on the resolutions passed.

In that meeting, the fifth resolution record in the minute book repeals the provision for GBC election in the Direction of Management:


"5) Resolved: The selection of GBC members is that Srila Prabhupada will nominate, and if there is a discrepancy, His Grace will change him. There will be no elections, and the present GBC member will remain."

Notice: "There will be no elections."

5. On 28 May, 1977, an official delegation of the GBC met with Srila Prabhupada with questions for him about GBC, initiation, and translation in the future, particularly when Prabhupada would be no longer with us.

Concerning the GBC:

"Satsvarupa: . . . . These are the members of the original GBC as you first made it up. So our first question is about the GBC members. We want to know how long should they remain in office?

Prabhupada: They should remain for good.

Tamala Krsna: They should remain for good.

Prabhupada: Selected men are chosen, so they cannot be changed. Rather, if some competent man comes, he should be added. I shall recommend that Vasudeva become one of the GBC.

Tamala Krsna: Vasudeva is Deoji Punja. He's the founder of our... He's building the temple in Fiji.

Prabhupada: How many GBC's are there already?

Tamala Krsna: Twenty-three.

Prabhupada: So add him. GBC is not to be changed.

Satsvarupa: But then, in the event that some present GBC member leaves, either leaves . . .

Prabhupada: Another should be elected.

Satsvarupa: By the votes of the present GBC."

The discussion then turns to the next topic. Some have found the above exchange inconclusive, because Prabhupada gives no explicit consent to the last statement of Satsvarupa (who expresses the GBC's understanding of what Prabhupada intended).


However, one should read the rest of the conversation. Characteristically, at the end of the meeting, Srila Prabhupada reiterates the points he has made. So the topic of GBC comes up again:

"Satsvarupa: That's all the questions.

Prabhupada: So there is no question of changing GBC.

Satsvarupa: No.

Prabhupada: Rather, one who is competent, he can be selected to act by the board of the GBC."

6. Finally, in Srila Prabhupada "Declaration of Will," dated June, 1977, the second provision contains the statement: "The system of management will continue as it is now and there is no need of any change."

Seu amigo,

Giridhari Das

De: dhanur dhara dasa [mailto:muktivisnu@hotmail.com]
Enviada em: segunda-feira, 7 de junho de 2010 18:32
Para: gd@pandavas.org.br
Assunto: RE: RES: Falsos Gurus



Hare Krishna!
Todas as Glórias a Srila Prabhupada !

Caro Giridhari , reverências!

Fiquei olhando os textos que você me mandou , e não vejo motivo pelo qual o DOM não esteja sendo botado na pratica pela liderança da ISKCON Brasil, Já que Srila Prabhupada estabeleceu essa Direção de Administração, embora nunca os devotos tivessem executado essa ordem, a ordem e o documento estão a disposição prontas para funcionar.
De fato Srila Prabhupada estabeleceu o DOM(Via documentação aprovada e assinada por Ele mesmo), como ele fala nas seguintes cartas, (esse ponto esta sendo negado pelo documento que você me mandou)

Bhaktivedanta Manor
My Dear Mukunda das:
Please accept my blessings. I am in due receipt of your letter dated September 22, 1974 and have noted the contents. Regarding the election of President, a president can only be changed by vote. If no vote was taken, then the president cannot be changed. Neither Hamsaduta can change the president whimsically or can anybody else change the president.According the "Direction of Management'' the GBC cannot change the President but only by vote can it be done. The GBC's business is to see that the President and the members are doing nicely,following the regulative principles, and chanting 16 rounds and that other things are going on nicely.
If it was decided by vote that Hamsaduta would select the president then Hamsaduta is right.
Without authority Hamsaduta cannot change the election. If the vote was in favor of Madhavananda, then Hamsaduta cannot whimsically change the vote. But, if by vote he was authorized to select the president, then whomever he selects is right. I was not informed by my secretary that Hamsaduta was authorized by vote to make the selection. But, why was Hamsaduta authorized if the vote was already taken? This I do not know. On the whole I understand there are so many contradictions, so in the presence of all members you may take the vote again and decide finally.
You may inform Prabhavisnu that I have received his letter dated 22/9/74.
I hope this meets you in good health.
Your ever well wisher,
A.C. Bhaktivedanta Swami
ACBS/bs
Letter to:Mukunda:

Mayapur
29 September, 1974

Srila Prabhupada aqui deixa muito claramente que os Presidentes de templo tem que ser escolhidos pela Direção de Administração, por isso prabhu que não entendo porque no documento que você mandou se nega isso, lembremos que a direção de Administração deveria ser colocada nos status da ISKCON e documentos legais como emenda , a meu ver isso se poderia fazer hoje em dia na ISKCON evitando a centralização e manipulação da GBC
Além do mais existem mais afirmações de Srila Prabhupada falando do tema na época , como podemos ver si vem Srila Prabhupada é contra a um sistema democrático, também ele estabeleceu um sistema para que os devotos não se corrompessem , por isso que a Direção de Administração da enfases a que os membros da GBC ,se deveriam escolher por todos os Presidentes de templo de um yatra e eles deveriam ser reeleitos ou removidos pelo período de 3 anos, isso da equilíbrio na sociedade e não como vemos hoje em dia no movimento a centralização e escolhas pelas mesmas pessoas de sempre.
Srila Prabhupada mostra nas seguintes cartas o seu desejo de como deveriam ser escolhidos os presidentes de templo.

Letter to Jayananda, 29th Sept. 67: I congratulate you on your being elected a president of ISKCON San Francisco branch. Your election as president is recognition by Krishna, and therefore I have got full support for you. Mukunda and the other members have rightly selected you as president.

Letter to Gurudas, 2nd March, 70: I beg to acknowledge receipt of your two letters dated 20 and 26 February, respectively, and I am so glad to learn that you have been elected president for this year. In India, when there was a congress election among the executive members, each year a person was elected president. I think this system may be followed in our institutions also. Of course it will depend on the local situation, but in a round if each person is given the chance of managing the whole affairs, that means every one becomes responsible officer.

Letter to Jagadisa, 27th Feb. 70: The idea is that whoever is competent to manage affairs will accept the post of president by mutual consent.

Letter to Jayapataka Maharaj, Aug. 24th, 71: The president, secretary and treasurer elected by the members of the center cannot be changed at least for one year; better to continue it for three years.

Letter to Hamsaduta dasa, 12th September,74: Regarding Madhavananda being the president, if he recived the vote, why you have opposed? You must be impartial. My recommendation is that he must be president. He has been chosen by the vote, and I am giving the casting vote for him.

Letter to Madhavananda dasa, 16th Sept. 74: Regarding the election there for president ot the temple, I understand that you received the vote. So you should be the president. I am putting my casting vote for you. I have informed Hamsaduta this by post.

Letter to Hamsaduta dasa, 1st Oct. 74: Regarding the election at Bhaktivedanta Manor, as you
have suggested an election of all members present should be held to make a final selection...[...].....Out of the two candidates whoever is elected by the majority vote, may be the president.

Nestas cartas fica mais que claro que Srila Prabhupada aceitava o sistema que a Direção de Administração estabelece por meio dos votos, senão, porque é que Srila Prabhupada fala varias vezes sobre candidatos e votos a serem feitos?
Com referência ao argumento de que o DOM não foi aplicado no passado, então o “sistema de gurus” atual deveria ser rejeitado, já que o mesmo não existia, e Prabhupada não deixou documentos assinados determinando tal sistema.

Espero que tenham ficado claras as minhas perguntas e também gostaria de saber a fonte dos documentos que você me mandou.

Bom Prabhu, ainda tenho mais perguntas e questões sobre o tema do sistema de Acharyas, porém não coloquei aqui para não me estender demais no assunto.

Um abraço e Hare Krishna !
Seu Servo
dhanur dhara dasa


RES: RES: FalsosGurus‏

De:

Giridhari Das (gd@pandavas.org.br)

Enviada:

segunda-feira, 7 de junho de 2010 22:07:09

Para:

'dhanur dhara dasa' (muktivisnu@hotmail.com)


Bom... para mim e para todos na ISKCON é muito claro e as explicações e citações que lhe mandei são muito simples e diretas. Se para você não é, eu não tenho como lhe ajudar mais. Se você prefere achar que houve uma grande conspiração contra Srila Prabhupada, durante anos e anos em que ele ainda estava presente e que ele errou em seu testamento final, o que pode ser feito? Todos nós temos liberdade para pensar o que quiser.


Você está citando cartas de 1974 e eu lhe mandei as resoluções do GBC de 1975 sob o comando de Srila Prabhupada dizendo que não haveria eleições. Leia mais atentamente as informações que lhe mandei. E, por último, o testamento de Srila Prabhupada em 1977 também confirma o sistema que estava vigente na época, que é o sistema atual de membros vitalícios no GBC, sem menção alguma de votação.

Siga em paz em seu caminho.

Seu amigo,

Giridhari Das


Resposta dhanur dhara dasa


Hare Krishna!
Todas as Glorias a Srila Prabhupada!
Obrigado por sua resposta Giridhari , da para ver seu caráter, e na verdade parece que você não leio o que escrevi , porém no testamento Srila Prabhupada fala que os membros devem ser discípulos Dele pelo resto de tempo que o movimento fosse a existir:
"Os diretores executivos que foram aqui designados são vitalícios. Na ocasião da morte ou falha por qualquer razão de qualquer um dos ditos diretores, um diretor sucessor, ou diretores, deve ser apontado pelos diretores remanescentes,contanto que o novo diretor seja meu discípulo iniciado, seguindo estritamente todas as regras e regulações da Sociedade Internacional para a Consciência de Krishna, como detalhado em meus livros, e contanto que jamais haja menos do que três (3) ou mais do que cinco (5) diretores executivos atuando ao mesmo tempo." Testamento 4 de junho de 1977.

Então você tem que explicar como isso vai acontecer na ISKCON , já que a ordem tanto como de iniciações como de administração não estão sendo seguidas atulamente. O DOM é a solução para varios problemas dentro da ISKCON , e não vejo nada mais claro que isso , porem você me diz que o DOM não tem que ser seguido, qual é o motivo de deixar de lado a Direção de Administração? Outro ponto importante que na ISKCON Bangalore isso se está levando acabo , então sua declaração de que todos na ISKCON entendem isso não é valida , quando falamos de instruções dadas por Srila Prabhupada devemos aceita-las gostemos ou não, e como você diz cada qual tem sua opinião , e eu sinceramente respeito a tua opinião, porém Srila Prabhupada não deu uma simples opinião, ele estabeleceu uma ordem a ser seguida , na qual chamou URGÊNCIA MÁXIMA da qual vocês aqui no Brasil não estão seguindo, nem tampouco oferecem respostas claras sobre o assunto.
Também você fala agora que o documento são resoluções dadas em 1975 , será que isso anula todas as cartas e referencias de Srila Prabhupada ao respeito da Direção de Administração?
Esse argumento seu é completamente absurdo quando estamos falando de algo que deveria funcionar normalmente dentro do movimento Hare Krishna.
Sendo assim para que Srila Prabhupada teria tomado seu tempo em intitular uma ordem com esse nome (URGÊNCIA MÁXIMA), e assim mandar esse pedido para todo seu movimento mundial? E para finalizar eu não estou falando de nenhuma conspiração aqui, nem tampouco que Srila Prabhupada errou no seu testamento, eu só estou perguntando para você o porque do DOM não ser seguido no Brasil? Eu estou perguntando porque você está supostamente como líder de uma comunidade Hare Krishna e sendo assim você tem uma grande responsabilidade de falar a verdade que Srila Prabhupada estabeleceu em seu movimento e não especulações mentais como está fazendo.
Hare Krishna!

dhanur dhara dasa

3. In 1975 Srila Prabhupada guided the GBC in the conduct of its first formal annual general meeting. He instituted parliamentary procedure, and in the first session he voted along with everyone else (to show how it is to be done). He caused the resolutions passed to be recorded by the secretary in an official minute book. He personally signed off on the resolutions passed.

Se a gente tem que aceitar esta afirmação feita em uma suposta resolução , então porque Prabhupada fala de escolher membros de GBC em 1977 (veja conversa no anexo)como no exemplo da conversa com Satsvarupa no dia 28 de maio.
É algo logico que uma eleição deveria ser levada de acordo com a Direção de Administração, sem ser assim como se fariam eleições na ISKCON?
In that meeting, the fifth resolution record in the minute book repeals the provision for GBC election in the Direction of Management:
(O VEDABASE DE 1971 A 1975 É CARREGADO COM A TOTAL REPULSA DE SHRILA PARABHUPADA PELO GBC E SUA COMPLETA INCAPACIDADE E RELUTÂNCIA PARA EXECUTAR OS DEVERES DISPOSTOS PARA ELES NAS DIRETIVAS DA ADMINISTRAÇÃO.)


ISKCON
SOCIEDADE INTERNACIONAL PARA A CONSCIÊNCIA DE KRISHNA
Fundador-Acarya: Sua Divina Graça A.C. Bhaktivedhanta Swami
Prabhupada
URGÊNCIA MÁXIMA
EMENDAS PARA SEREM IMEDIATAMENTE ADICIONADAS A TODOS OS
DOCUMENTOS DE REGISTRO OFICIAL, CONSTITUIÇÕES, PAPÉIS
CORPORATIVOS, ETC.


1.) Fica declarado que Sua Divina Graça A.C. Bhaktivedhanta Swami Prabhupada é o Fundador-Acharya da (ISKCON) Sociedade Internacional para a Consciência de Krishna. Ele é a autoridade suprema em todos os assuntos da sociedade. Sua posição não pode ser ocupada por ninguém mais e seu nome e título devem aparecer em todos os documentos, cabeçalhos, publicações e prédios da Sociedade.Em particular deve ser claramente entendido que nenhuma propriedade imóvel deve ser comprada ou vendida por nenhum oficial da sociedade sem a expressa permissão de Sua Divina Graça A.C. Bhaktivedhanta Swami Prabhupad

2.) Deverá haver um Corpo Governamental Comissionado (GBC) de trustees nomeados pelo Fundador-Acharya Sua Divina Graça A.C. Bhaktivedhanta Swami Prabhupad de acordo com o documento Direção da Administração datado de 28 de Julho de 1970. O GBC é para agir como instrumento para a execução da vontade de Sua Divina Graça Srila Prabhupad.
Datado de 22 de Julho de 1974 em Nova York.
Aprovado: A.C. Bhaktivedhanta Swami
A.C. Bhaktivedhanta Swami
Fundador Acharya
Assinado:
Balimardan das Goswami Brahmananda Swami
GBC, Secretário Zonal GBC, Secretário Zonal


RES: RES: RES: Falsas Idéias‏

De: Giridhari Das (gd@pandavas.org.br)
Enviada: terça-feira, 8 de junho de 2010 1:41:44
Para: 'dhanur dhara dasa' (muktivisnu@hotmail.com)

Reverências, Prabhu Dhanu Dhara. Todas as glórias a Srila Prabhupada.

Eu não estou lhe escrevendo como líder, apenas como um devoto comum da ISKCON.


Para mim é tudo muito simples:

1) Sobre o DOM, francamente, eu acho que é incrível que alguém ache que Prabhupada não tinha controle sobre sua ISKCON para impor suas idéias. Se ele quisesse mesmo estabelecer o que estava no DOM ele teria feito isso. O fato que ele não fez, significa que ele mudou de idéia. Ponto final. Achar que por 7 anos Prabhupada foi contrariado é simplesmente absurdo e demonstra uma enorme má fé, falta do conhecimento de como Prabhupada administrava de perto todos os detalhes da ISKCON e, sinceramente, muita inclinação para teorias de conspiração.

2) Sobre a Teoria Ritvik eu tenho ainda menos tolerância, achando-a fruto de fantástica falta de percepção shástrica e da realidade da posição sobre gurus. Livros inteiros foram escritos sobre o tema e eu imagino que vocês os tenha lido. Se esses livros não lhe convenceram, certamente não será minha insignificante pessoa, por email, que fará isso. Prabhupada reservou para si a posição eterna de FUNDADOR ACHARYA da ISKCON, não diksha-guru. Fundador-acharya é uma posição muito mais elevada do que de diksha-guru e é shastricamente correto alguém ser acharya após abandonar o corpo. Ser diksha-guru após abandonar o corpo é pura tolice e demonstra completa falta de compreensão da posição do guru e dos shastras. E, só para lhe responder, ISKCON Bangalore não é da ISKCON, apenas usam o nome. É a sede mundial dos Ritviks. Acho que você bem sabe disso.

Enfim, sinto muito, mas não posso perder tempo discutindo esses assuntos mais. As informações estão aí. A ISKCON não é perfeita mas está aí, firme e forte, fazendo milhares de devotos ao redor do mundo, fielmente servindo Prabhupada e propagando a consciência de Krishna. Você mesmo é devoto como um resultado desse trabalho. Você pode nos ajudar a tornar a ISKCON ainda melhor participando dela como ela é, ou pode passar o resto da vida se achando o detentor de verdades ocultas, proclamando as idéias estapafúrdias dos ritviks e DOMistas, com insignificantes resultados. Essas idéias estão por aí há décadas. Não é novidade alguma. Já foram perfeitamente respondidas e a massa dos devotos da ISKCON ridiculariza aqueles que acreditam e seguem essas idéias, pois eles são ilógicas, não shástricas, conspiratórias e tolas.

Mas você tem liberdade para seguir o caminho que quiser. Eu apenas lhe desejo sabedoria e força na sua consciência de Krishna – é isso que importa.

Essa é minha opinião final. Agradeço sua compreensão pelo fato que não estarei mais respondendo seus emails sobre esses temas.

Perdoe qualquer ofensa,

Seu amigo,

Giridhari Das


RE: RES: RES: RES: Falsas Idéias‏
De: dhanur dhara dasa (muktivisnu@hotmail.com)
Enviada: terça-feira, 8 de junho de 2010 2:11:03
Para: Giridhari (gd@pandavas.org.br)

Hare Krishna!
Todas as Glórias a Srila Prabhupada!

Obrigado pela resposta , só para terminar esta conversa na paz , prabhu giridhari o TOPMOST URGENCY não foi nenhum ritvik que escreveu foi nosso Fundador Acharya Srila Prabhupada que ordenou essa Direção de Administração para sua Sociedade, e ainda não vejo nenhum problema para que esse DOM funcione na ISKCON, muito pelo contrario, seria muito glorioso para ISKCON seguir as ordens de seu Fundador ACHARYA que tem mais valor que qualquer coisa dentro do movimento, bom como vocês tem a liberdade de deixar de lado a direção de administração eu não vejo nada de ruim em que os devotos da ISKCON Bangalore botem as ordens de Srila Prabhupada na pratica e usem o nome da ISKCON, ou será que os membros da GBC vão ficar fazendo o que querem eternamente?
É logico, como ficou evidente em nossa conversa que o sistema para escolher o GBC na ISKCON É POR MEIO DO DOM FEITO POR SRILA PRABHUPADA e não por teorias e especulações fabricadas, na conversa de 28 de Maio de 1977 que mostram a clara vaisnava aparadha contra um devoto puro.
Um abrazo Prabhu e Hare Krishna!

dhanur dhara dasa










Comentários

  1. Os lideres da ISKCON estão pior que qualquer malandro na sociedade materialista, é uma vergonha como este Dhanvantari se esconde por trás e articula coisas para manipular as pessoas com discursos completamente falsos e cheios de mentiras, será que estas pessoas não tem vergonha na cara, é uma farsa completa.

    ResponderExcluir
  2. O pior e' que voce fala demais e nao faz nada. So fica aqui criticando a iskcon e defendendo Prabhupada. A iskcon e' o coracao de S.Prabhupada. Voce simplesmente o esta maltratando, nao ajudando em nada. Um invejoso cagao.

    ResponderExcluir
  3. devadeva2010@hotmail.com5 de julho de 2010 18:02

    Esta pessoa anonima coloca que alguém e supostamente invejoso e cagão, porem ele não da o nome , e ademais fala mais patifaria como si ISKCON separada de Srila Prabhupada tivesse algum valor , como você diz estamos defendendo Srila Prabhupada de patifes como você ou outros que exploram todo o tempo a sua sociedade.
    devadasa

    ResponderExcluir
  4. O cagao, por que voce nao abre o seu proprio templo, instala umas deidades, faz a sua festa de domingo, hari nama, distribuicao de livros, pegra,e inicia uns devotos?
    Por que voce perde tempo com a iskcon?
    Faz alguma porra de bom para Jagad Guru.
    Naodasa

    ResponderExcluir

Postar um comentário

"To do things hastily and incorrectly is not good. Anything valuable takes a little time to come into existence. Therefore there is no harm in waiting for the best thing. But everything is well that ends well: That should be the principle."
Prabhupada Letters :: 1969.
.............................................................................
"Hacer las cosas de afán y mal no es bueno. Algo valioso toma un poco de tiempo para llegar a existir. Por lo tanto no hay daño en esperar lo mejor. Pero si algo va bien termina bien. Ese debe ser el principio".
Cartas de Prabhupada :: 1969.

Postagens mais visitadas deste blog

ISKCON Pandemônio

El Mono Empalado 11