"Hare Daime"


Estamos apreesentando no Blog a nova linha que tem surgido em Brasil conhecida como "Hare Daime", devido as tendencias contaminadas de alguns individuos que se dizem devotos , porém não se comportam de acordo a etiqueta e o padrão na linagem Vaisnava.
Com respeito as praticas de beber chá em busca de realizações espirituais queremos deixar claro que Srila Prabhupada têm inclusive restringido o uso de chá e café que dizer então de tomar chá que produzem alucinações. Isto não é uma pratica aprovada dentro de uma linha Vaisnava seria , embora aqui no Brasil existam diferentes grupos que utilizam o uso do chá para experiencias espirituais.

Sendo assim, existem devotos que procuram outros rumos e terminam misturando tudo e se misturando também em outras linhas , esta pratica está sendo levada por muitos supostos seguidores do Vaisnavismo, porém nunca foi aprovada por Srila Prabhupada nem por nenhuma autoridade na linhagem vaisnava como sendo genuína.

Sendo assim estamos apresentando ao ex- sannyasi conhecido como Padmanabha Swami ou "O Maharaja" entre os misticos que frequentam diferentes linhas em busca de espiritualidade. Porém nosso amigo Padmanabha não é mais sannyasi (renunciante) e parece que agora se apresenta como "Hari Govinda" , não temos informação clara de como é que Hari govinda recebeu nova iniciação e mudou de nome, mas aqui nos queremos apontar que podem mudar os  rótulos nomes e outras formalidades porém as tendencias contaminadas ficam ocultas no recôndito do coração e este o caso de Hari Govinda o qual se apresenta como orador no programa chamado "Prabhupada Vani" e depois vai a tomar Daime em outros lugares. Esta atitude de fato não é de forma alguma aprovada por Srila Prabhupada , de fato cada qual pode escolher o que quiser , porém na missão "Prabhupada Vani" de nosso amigo Sugriva dasa, diretor desta missão não levam em conta o histórico e a imagem dos oradores em público , para esta gente todo da igual.
 
Nós  queremos apontar este erro que podem levar as pessoas a se confundirem ao respeito das ideias de Srila Prabhupada e de sua sociedade fundada, essas praticas nunca foram aprovadas e levam ao risco de que os ouvintes fiquem contaminados com este exemplo de ouvir a mensagem espiritual de pessoas contaminadas, de oradores profissionais ou de pessoas que não estão no standar de vida Vaisnava, este ouvir dessas fontes, não levam a nenhum avanço na vida espiritual , muito pelo contrario contamina a mente com diferentes conceitos produtos da invenção mental.

Srila Prabhupada diz para não deixar  estes oradores ficarem dentro de seus templos palestrando, porém os devotos podem recebe-los e dar prasadam , mas não deixar que eles falem a mensagem poluída da filosofia da Consciência de Krishna.

"Então, todos os Vaishnavas são autoridades para pregar a consciência de Krishna, mas ainda assim, há graus de autoridades. Em geral, se sua motivação é a de suprimir a mim e é por isso que ele veio aqui, como podemos recebê-lo? Ele já têm dado a um professor uma impressão errada. Ele pode ser tratado como um convidado, se ele vier para o nosso centro, dá-lhe prasadam, honrá-lo como um Vaishnava mais velho, mas ele não pode falar ou dar palestras. Se ele quiser palestrar, você pode dizer a ele  que já existe outro orador programado.Isso é tudo. "(Satsvarupa, 6/4/75)

Como vemos na carta de Srila Prabhupada a instrução é clara, existem graus de autoridades , quando um  suposto devoto se apresenta como orador do Bhagavad Gita no minimo dentro dos verdadeiros templos de Srila Prabhupada as autoridades do templo devem dar  uma olhada para o standar espiritual de dito orador , embora alguém possa falar belamente ou ter conhecimento de alguma coisa ou algum bom curriculum. Todas estas coisas são rejeitadas por Srila Prabhupada.  

Então vemos que na maioria dos templos do Brasil , qualquer um se apresenta como grande Vaisnava e fala um monte de filosofia seca, isto se deve as diferentes misturas contaminadas, tais como atividade fruitiva e gozo dos sentidos , com estas atitudes se pode constatar facilmente que não se prática nada do que Srila Prabhupada ensina. Tudo isto leva a deixar uma imagem de vagabundos no movimento, estes oradores  degradam os templos de Srila Prabhupada e passam um mal exemplo na sociedade , criando impressões erradas no povo. Sendo assim  o exemplo de Hari Govinda não o deixa como um seguidor sincero da cultura védica muito menos de Srila Prabhupada.

Por Kalki das

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ISKCON Pandemônio

El Mono Empalado 11