"Todos meus estudantes que estão casados, eles estão fazendo mais trabalho de pregação do que o sannyasi."




Prabhupāda: "This marriage is being performed as gandharva marriage, simply by changing the garlands. In the Kali-yuga, the other kinds of marriage, selected by the parents, that is not possible. Therefore, one of the marriage system, gandharva marriage, is accepted. And simply by changing the garlands and promising. (Sanskrit) That is stated in the Śrīmad-Bhāgavatam. In the Kali-yuga, simply by accepting, the man accepts the woman as wife and the woman accepts the man as husband, that is the vow. Svīkāra eva hi udvāhe. Simply by acceptance. Because other things are not possible. And without marriage, that is not civilized life, because in the animal society there is no marriage. But in any form of civilized society there is marriage. Everyone has got sex appetite. Therefore, marriage is allowed by the Vedic system. And Kṛṣṇa says in the Bhagavad-gītā that dharmāviruddho kāmo 'smi, "Kāma, lust, which is not against religious principles, that is I am."

So marriage is essential. So far our society is concerned, we don't allow anybody to remain in our society as friends, girlfriend or boyfriend. No. They must be married. And these boys and girls, after being married, they are preaching nicely Kṛṣṇa consciousness. All my students who are married, they are doing preaching work more than sannyāsī. Yes. In the Kali-yuga, practically it is forbidden. Sannyāsaṁ pala-paitṛkam kalau pañca vivarjayet, aśvamedhaṁ gavālambhaṁ."
November 17, 1971, New Delhi

Prabhupada:"Este casamento está sendo feito como um casamento gandharva, simplesmente por trocar as guirlandas. Em Kali Yuga outros tipos  de casamento, selecionados pelos parentes, isso não é possível. Portanto, um dos sistemas de casamento, casamento gandharva, é aceito. E simplesmente por trocar as guirlandas e prometer. (Sânscrito) Isto é afirmado no Srimad Bhagavatam. Nesta Kali yuga, simplesmente por aceitar , o homem aceita a mulher como esposa e a mulher aceita o homem como esposo, esse é o voto. Svīkāra eva hi udvāhe. Simplesmente por aceitação. Porque outras formas não são possíveis. E sem casamento, essa não é vida civilizada, porque na sociedade animal não existe casamento. Porém em qualquer forma de sociedade civilizada existe casamento. Todos têm apetite sexual. Portanto casamento está permitido pela civilização védica. E Krishna diz no Bhagavad Gita que dharmāviruddho kāmo 'smi, "Kāma, luxúria, a qual não é contra os princípios religiosos, isso Sou Eu."

Então casamento é essencial. Até agora nossa sociedade está interessada, nós não permitimos ninguém a permanecer em nossa sociedade como amigos, namorada ou namorado. Não. Eles devem se casar. E esses garotos e garotas, depois de estarem casados, eles estão pregando a consciência de Krishna muito bem. Todos os meus estudantes que estão casados, eles estão fazendo  mais  trabalho de pregação do que o sannyasi. Sim. Na Kali yuga , praticamente isto é proibido. Sannyāsaṁ pala-paitṛkam kalau pañca vivarjayet, aśvamedhaṁ gavālambhaṁ."

Nota: Então nesta cerimonia de casamento Srila Prabhupada expressa seus desejos de ter uma sociedade formada por chefes de família casados e pregando o culto de Sri Caitanya Mahaprabhu sobre a Consciência de Krishna. Este trabalho é mais IMPORTANTE do que possa fazer um falso sannyasi (renunciante) apegado a posses materiais e dedicado a saquear os bens dos chefes de família. Como podemos ver atualmente na ISKCON se dá mais importância e atenção às pessoas disfarçadas de renunciantes apegadas a carros , contas bancarias entre outros bens materiais. Portanto a sociedade espiritual é poluída e mal dirigida por imitadores baratos. Pregando os chefes de família dariam uma solução pratica contra os falsos renunciantes desta era de Kali.  

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ISKCON Pandemônio

El Mono Empalado 11