Qual o futuro que nós temos na ISKCON?


por Mohini Devī Dāsī – Novosibirsk:
Srila Prabhupada estabeleceu a ISKCON e estabeleceu também um sistema perfeito para vivermos neste mundo, dando mais atenção à consciência de Krsna. O sistema estava funcionando em certos tipos de comunidades onde as pessoas podiam cuidar umas das outras e também das vacas, e manter sua consciência de Krsna. Ele as chamou de “comunidades auto-suficientes”. Elas são uma parte muito importante da ISKCON e que dificilmente se mantêm atualmente.
Este mundo em que vivemos agora, que é mais influenciado por Kali, não é destinado a pessoas que praticam a consciência de Krsna. Kali está presente em intoxicações, jogos de azar, prostituição e comer carne, e ele definitivamente se certificou de que a maioria das pessoas esteja envolvida em tais atividades. Sorrateiramente ele entra no coração daqueles que, por qualquer motivo, estão envolvidos em tais atividades, ele influencia as pessoas e faz com que elas façam o que ele quer.
Ele dá poder àqueles que o adoram, as pessoas usam esse poder e se tornam líderes de organizações, comunidades, sociedades e países. Os chamados líderes ocupam cargos seniores sem pensar nas pessoas, por quem eles deveriam ser responsáveis. Foi isso o que aconteceu na ISKCON.
Pense nisso, onde neste mundo podemos encontrar algum lugar para devotos? Não temos futuro aqui, porque permitimos que tais pessoas, no movimento de Srila Prabhupada, viessem e arruinassem tudo o que puderam.
Srila Prabhupada sabia disso, é por isso que ele criou certo sistema para que pudéssemos viver. Ele queria que as comunidades auto-suficientes fossem desenvolvidas, então os devotos poderiam produzir alimentos como vegetais, grãos e leite, bem como pano, e com isso poupar mais tempo para a cultura espiritual. Vida simples, pensamento elevado.
Hoje em dia, nessa era, a maioria das vidas das pessoas serve apenas para que os líderes ganhem dinheiro. Primeiro uma criança vai para a escola do governo, para obter "educação", para ser treinado a ser controlado e para ter uma boa memória, e também para obter um certificado, com qual ajuda elas podem ir para a universidade e, finalmente, conseguir um emprego, e daí trabalhar oito horas por dia, ganhar muito pouco dinheiro e pagar com metade disso seu aluguel, electricidade e outros impostos.
Se vivêssemos em tais comunidades, não teríamos que nos preocupar em desperdiçar nossas vidas trabalhando para viver e vivendo para trabalhar, nós também não teríamos que nos preocupar com a sadhu sanga.
Srila Prabhupada se preocupa com esse movimento, conosco e com o nosso futuro, enquanto os líderes do ISKCON de agora são gananciosos, mentirosos sorrateiros que agarram qualquer oportunidade para satisfazer seus sentidos. Eles são tão egoístas e ignorantes que não conseguem pensar em ninguém além de si mesmos.
A pessoa que está correndo atrás da gratificação dos sentimentos, pode ser terrível, mas a pessoa que faz o mesmo, mas usando os outros para satisfazer seus sentidos, é muito pior. E basta pensar em alguém com tudo isso, mas que também está arruinando o nome de seu próprio mestre espiritual e da ISKCON e também o ofendendo. O quão terrível é isso?
Eles não apenas enganam seus discípulos ingênuos, e os tornam seus servos, eles também não deixam espaço para devotos normais, e fazem com que nós é que pareçamos as pessoas más.
Já faz 35 anos (isso em 2011) desde que Srila Prabhupada faleceu e olha esse movimento. Basicamente nada foi desenvolvido, e na verdade piorou. O nome do ISKCON se tornou algo tão ruim agora, e graças a eles.
Eu fui para, Moscou, Volgograd, Aleysk, Novosibirsk e Vrindavan, em nenhum lugar eu encontrei comunidades auto-suficientes.
Nenhum dos meus amigos viram o vídeo de Srila Prabhupada, eles apenas escutam as fitas de seu gurumaharaj, os livros são mudados; então, como eles podem entender o que Srila Prabhupada quer quando eles não o viram e nem o ouviram sequer uma vez. Sim, as coisas são desse jeito. Mas e quanto a mim? Eu não quero ir para uma escola karmi, meus pais também não querem que eu vá. Mas esses líderes não deixaram nenhum futuro para mim.
Nasci em uma família de devotos, e sempre sonhei em crescer e pregar, como o Senhor Chaitanya queria que fizéssemos, mas chegamos ao ponto no qual eu não tenho nenhum lugar para crescer como devoto. E parece que eu realmente terei que ir para uma dessas escolas karmi. E tudo isso, porque, na ISKCON, na Sociedade Internacional para Consciência de Krsna, os líderes não dão a mínima para o futuro das pessoas que eles supostamente seriam responsáveis.
Todos os devotos, e especialmente aqueles dentre nós que têm por nascimento o direito de sermos seguidores de Srila Prabhupada, devemos lutar contra estes kali chelas. Só isso pode nos ajudar, e ao nosso movimento, para que finalmente possamos seguir as instruções de Srila Prabhupada. Nós sempre devemos lembrar que Srila Prabhupada é nosso bem querente, e ele sempre quer o que é melhor para nós.
Todas as glórias para Srila Prabhupada!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ISKCON Pandemônio

El Mono Empalado 11