"Sobre a Missão Prabhupada Vani Parte 3"



“3.Segunda Iniciação Após um período mínimo de um ano após a primeira iniciação, os devotos que estejam estáveis na vida espiritual terão a possibilidade de receber a iniciação bramânica (segunda iniciação).
O devoto que receber a segunda iniciação será instruído a praticar os ritos de adoração às deidades. De acordo com sua inclinação espiritual, cada devoto se desenvolverá em um tipo de serviço devocional.” Regimento interno

Todo processo de adoração as deidades é seguido das ordens de Srila Prabhupada, como sabemos Srila Prabhupada foi muito rígido sobre o padrão e regras para adoração a deidades em especial no referente a adoração de Sri Sri Radha Krishna.

E como fica comprovado pelo standar da “missão Prabhupada Vani” eles não se importam com as regras e regulações, tal é o ponto que qualquer pessoa vai poder constatar que no suposto templo da missão Prabhupada Vani não existe nenhum mangala arotik diario etc.

Srila Prabhupada muitas vezes falou de não instalar deidades de Radha Krishna em lugares alugados, neste ponto o fundador Sugriva dasa não levou em consideração as ordens de seu mestre espiritual ou quizas ele considerou o factor kala, desa, patra para pular por cima das ordens e conselhos de Srila Prabhupada e estabelecer seu próprio sistema de adoração. Então podemos questionar, que o tipo de instruções da missão "Prabhupada Vani" no referente a adoração das Deidades é manipulado pelo suposto "siksa guru". Como vemos na pratica ele não esta seguindo os conselhos do mestre espiritual iniciador ao qual dizem querer servir suas instruções. “A Missão Prabhupada Vani tem como função primordial seguir as instruções de Sua Divina Graça A. C. Bhaktivedanta Swami Prabhupada. Contudo, esta instrução não pode estar engessada em fanatismos ou descontextualizadas de seu uso original;”(Regimento Interno)

Como constatado, toda instrução que vai de encontro as ordens do mestre espiritual nunca pode ser verdadeira, nem pode conceder as bençãos de Srila Prabhupada.

"A adoração das Deidades de Radha-Krishna é o último pináculo da adoração da Deidade, e deve se realizar com o maior cuidado e atenção em cada detalhe ao dar um serviço opulento. Não vou recomendar a mais templos que instalem Deidades de Radha-Krishna até que eu esteja mais convencido que eles sejam capazes de administrar apropriadamente. Ao menos de cinco a dez pessoas devem ficar ocupadas o tempo completo na adoração a Radha-Krishna de uma maneira apropriada, e especialmente para qualquer templo pequeno esse é um fator prejudicial para também manter o padrão mais elevado em outras atividades do templo, pois não ha homens suficientes. Pode adorar ao Senhor Jagannatha, ou se preferir instalar a Gaura-Gauranga, Gaura-Nitai, ou simplesmente a Deidade de Gaura, Ele também é muito liberal e perdoará e tolerará qualquer serviço que se lhe ofereça, inclusive por Jagai e Madhai."
Carta de Srila Prabhupada a Gunagrahi, Nova Yorke, 3 de Julho de 1972

"O maior perigo de nosso movimento vira quando manufaturemos e inventemos nosso próprio processo de adoração as deidades. Portanto, não faça mais perguntas novas, o que quer que esteja acontecendo, siga exatamente o padrão exato que eu lhe dei, isso é tudo." Carta a Dhruvananda 1973

Para a missão "Prabhupada Vani" as ordens de Srila Prabhupada não passam de palavras num papel que não tem muito valor quando se enfatiza a arrogância de usar imagens e slogan para ganhar dinheiro.

O movimento de Srila Prabhupada de acordo a visão de Sugriva dasa.

"Nós somos as pessoas que vão levar este movimento adiante, não é Prabhupada que veio fazer pessoalmente. Prabhupada diz que o movimento depende de vocês. Prabhupada está em nossos atos. Então em nosso entendimento nós devemos entender que Prabhupada faz tudo se algo não acontece bem nós estamos atrapalhando, nós que estamos dificultando."

"Quando alguém diz, Prabhupada pregou para mim. Mas ele pregou para mim atraveś de um devoto. Então de fato Prabhupada vai ficar muito feliz se você falar aquele devoto pregou para mim. Ambos entendem que é de Prabhupada, mas as glorias é para aquele que pregou. Isso não tira Prabhupada do centro, da mesma forma como Krishna da todas as glorias a Arjuna, tornase Arjuna o centro das atenções no Bhagavad Gita mais Krishna não fica de frente, Krishna esta de frente, essa é a mítica da consciência de Krishna."

"Ser salvo por Prabhupada não é ficar pensando o tempo todo em Prabhupada, oh Prabhupada, oh Prabhupada, mas ficar o tempo todo pensando em Krishna, vc esta pensando em Prabhupada porque Prabhupada iva ficar super feliz que vc esta pensando em Krishna. E aí Krishna da todas as glorias para Prabhupada e Prabhupada da todas as glorias para Krishna e todos aqueles que servem Prabhupada dão todas as glorias para Krishna e Krishna da todas as glorias para Prabhupada mas através da gente. Nós vamos glorificar Krishna e vamos glorificar Prabhupada, mas esse glorificar Prabhupada é glorificar Krishna." Sugriva dasa, Discurso de Vyasapuja de Srila Prabhupada 6 de Setembro de 2015 Rio de Janeiro Brasil.

Como podemos constatar em cada tópico levantado pela missão e seu orador Sugriva dasa, qualquer assunto pode ser manipulado e modificado de acordo ao grau de beneficio material que se possa obter. Na seguinte oferenda fica em evidencia que Sugriva propõe a ideia de que um intermediário leva as glórias e o reconhecimento de forma similar ou igual que Srila Prabhupada, um grande absurdo visto que Sugriva dasa não é um devoto puro, nem ele foi autorizado por Srila Prabhupada para fazer iniciações em seu nome, tampouco Sugriva dasa, escreveu os livros espirituais para o movimento de Srila Prabhupada, mesmo assim ele diz que as glorias são para alguém que pregou, e isto não tira Srila Prabhupada do meio. É dito que o subconsciente as vezes fala aquilo que temos procurado esconder, neste exemplo vemos como Sugriva dasa fala abertamente com arrogância e com inveja pedindo indiretamente glórias ao invés de pedir serviço devocional puro para se tornar um servo de Srila Prabhupada, Sugriva vai diluindo a filosofia e procura estabelecer que alguém pode receber glórias e honras no mesmo nível que o mestre espiritual genuíno. Isto é um sinal mais que evidente que tanto, Sugriva dasa como seus seguidores estão confundidos e estão sendo enganados por maya. Ideias como Prabhupada não fez pessoalmente ou não ficar pensando em Prabhupada, são próprias de uma pessoa que considera o mestre espiritual algo secundário, por tanto podemos concluir que Sugriva dasa não tem um entendimento claro da filosofia védica. Em contrapartida a primeira prece a ser cantada em todos os templos, todas as manhas é para o mestre espiritual genuíno, pedindo sua misericórdia. Sugriva dasa porém pula Srila Prabhupada e vai falando ideias que não se encontram nas escrituras sagradas nem tampouco foram proferidas pelo mestre espiritual genuíno, portanto mais uma vez podemos concluir que a missão Prabhupada Vani é uma enganação que utiliza a imagem pura de Srila Prabhupada para enganar as pessoas.

Conclusão

Como documentado, a missão "Prabhupada Vani" no Rio de Janeiro é uma ofensa aos pés de lótus de Srila Prabhupada.

Os motivos, manufaturar ideias e processos, desobedecer as ordens do mestre espiritual, enganar as pessoas a troco de dinheiro. Mostrar deidades de Radha Krishna para sustentar um falso modelo de templo.

Invejar e relativizar a posição sublime de Srila Prabhupada.

Inventar sistemas de gurus.

Desonrar e tratar com despreço todo aquele que procure falar a verdade.

Blasfemar a qualquer pessoa que possa dar alguma dica para eles se alinharem aos propósitos de Srila Prabhupada.

Explorar pessoas inocentes.

Soluções, pedir desculpas a Srila Prabhupada e a Krishna pelas diferentes ofensas cometidas, contactar a todos os devotos que afastaram e oferecer desculpas, se render voluntarimente aos ensinamentos e preceitos estabelecidos por Srila Prabhupada. Ser honestos nos tratos com outras pessoas.

Abandonar a idéia que alguém é guru no movimento. Se comportar como verdadeiros devotos do Senhor Supremo que buscam ajudar a tudo o mundo de volta ao Supremo.

Cante Hare Kṛṣṇa Hare Kṛṣṇa Kṛṣṇa Kṛṣṇa Hare Hare
Hare Rama Hare Rama Rama Rama Hare Hare e se liberte de falsas instituições e seitas.

Por Kalki dasa

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ISKCON Pandemônio

El Mono Empalado 11