Carta para: Karunamayi


Carta para: Karunamayi
Los Angeles
25 de fevereiro de 1968
San Francisco

Querida Karunamayi Dasi,
Por favor aceite minhas bênçãos. Recebi sua bela carta datada de 15 de fevereiro de 1968 e a agradeço muito por ela. Posso ver o quanto está avançando em consciência de Krsna a partir dos sentimentos expressados nela e estou muito feliz que esteja sentindo tal prazer transcendental em servir ao Senhor. Este prazer transcendental é ilimitado e aumenta conforme aumen-tamos nosso desejo de realizar mais e mais serviço voluntário.

Render-se a Krsna de uma só vez geralmente não é possível, mas conforme servimos Krsna mais e mais, nós gradualmente nos tornamos mais e mais rendidos Seus Pés de Lótus. Assim, por favor continue servindo a Krsna destas forma que mencionou, e não pense que seu serviço é menos valioso que o dos outros. No transcendental serviço amoroso ao Senhor, não importa se estamos trabalhando, cozinhando, pintando, escrevendo, cantando ou o que quer que seja, eles são todos idênticos. Não existem tais distinções de inferior e elevado na plataforma transcendental. O importante é que estamos investindo nosso tempo e energia a serviço do Senhor. Além do mais, somos tão pequenos, o que podemos fazer? Krsna simplesmente vê que este tempo está sendo empregado em Seu serviço.

Por favor continue a ajudar Gargamuni em seus esforços para espalhar a consciência de Krsna, cante e continue a executar seus deveres, e dessa forma você será feliz e exitosa em consciência de Krsna. Estou feliz em saber que está tão ansiosa em ajudar a estabelecer um novo templo. Seu entusiasmo é muito encorajador para mim; existe uma grande necessidade de espalhar a consciência de Krsna e precisamos de muitos garotas e garotos entusiasmados para levar adiante esta grandiosa missão de Caitanya Mahaprabhu. Meu Guru Maharaja desejava especialmente que esta consciência de Krsna fosse espalhada por todos os países ocidentais e agora em minha idade avançada, estou deixando esta grande responsabilidade nas mãos de todos vocês, meus discípulos.

Sobre suas perguntas: Uma vez que a prasadam (água ou alimentos) é oferecida ao Senhor, seu prato deve permanecer no altar por cerca de 15 ou 20 minutos (enquanto as porções nos potes podem ser levadas pelos devotos). A água precisa permanecer apenas por alguns minutos. Uma vez que a prasadam é retirada do altar e tocada por nós, ela não deve voltar a ser colocada no altar. O que quer que ofereçamos, deve ser o mais fresco e puro possível.

Enquanto estivermos engajados no serviço ao Senhor, Ele nos garantiu toda a proteção. Entretanto, se formos atacados, então naturalmente devemos nos defender da melhor forma que pudermos. Ninguém pode se comparar com o misericordioso Nityananda. Ele pode se defender muito bem; Ele poderia ter matado os pecadores [no passatempo de Jagay e Maday] em um instante, mas ele tinha decidido que queria salvar aqueles pecadores. Ele estava dando o exemplo de que precisamos pregar a consciência de Krsna mesmo sob o risco de violência pessoal. Assim como as crianças às vezes agem violentamente, mas o pai sabe que pode se defender a qualquer momento, e sendo assim ele tenta ensiná-las corretamente reprimendando-as.

Sim, é respeitoso circum-ambular o templo, mantendo seu lado direito na direção das Deidades se possível. Você pode dançar em volta do templo dessa maneira se assim quiser.
Não tenho queixas em relação à minha saúde e me sinto bem. Espero que esteja bem.

Seu eterno bem-querente,
A.C. Bhaktivedanta Swami

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ISKCON Pandemônio

El Mono Empalado 11