Srila Prabhupada Lilamrita como ele é


A seguir vai um texto do Srila Prabhupada Lilamrita Como Ele É , o texto mostra o verdadeiro significado de uma alma liberada , posição que não pode ser imitada ou ocupada por pessoas mundanas como no caso dos gurus da ISKCON atual eleitos pelo GBC. Eles sem ordem alguma, gostam de fabricar pessoas liberadas tratando de imitar o comportamento de Srila Prabhupada.
Esta imitação sempre leva aos farsantes a terem que mostrar suas quedas , atividades ilícitas e corrupção, devido a ocuparem e fazerem o trabalho de uma alma liberada.



ADI-LILA – Os Passatempos da Juventude

O Aparecimento de Srila Prabhupada

"Algumas vezes um associado pessoal da Suprema Personalidade de Deus desce até esse universo da mesma forma que o Senhor descende."

Tradução: “As entidades vivas (Jivas) estão divididas em duas categorias. Algumas estão eternamente liberadas e algumas estão eternamente condicionadas... Aqueles que estão eternamente liberados estão sempre despertos para a consciência de Krishna e eles rendem serviço transcendental amoroso aos pés do Senhor Krishna. Eles devem ser considerados eternos associados a Krishna e estão eternamente usufruindo da bem-aventurança transcendental de servir Krishna... Além dos devotos sempre liberados, existem as almas condicionadas que sempre dão as costas ao serviço para o Senhor. Elas estão perpetuamente condicionadas nesse mundo material e estão sujeitas às tribulações materiais trazidas pelas diferentes formas corporais em situações infernais... Porque isso é oposto à consciência de Krishna, a alma condicionada é punida pela bruxa da energia externa, maya. Portanto, ela está pronta para sofrer as misérias de três tipos – misérias trazidas pelo corpo e pela mente, o comportamento inimigo das outras entidades vivas e as perturbações naturais causadas pelos semi-deuses... Dessa forma, a alma condicionada se torna o servo dos desejos luxuriosos e, quando estes não são satisfeitos, se torna a serva da ira e continua a ser chutada pela energia externa, maya. Vagueando e vagueando pelo universo, ela poderá por sorte se associar a um devoto médico, cujas instruções e hinos fazem com que a bruxa da energia externa fuja. A alma condicionada assim entra em contato com o serviço devocional do Senhor Krishna e, dessa forma, pode se aproximar cada vez mais do Senhor.”

Adendo: Uma explicação dos versos 8 até 15 é dada por Srila Bhaktivinoda Thakura em seu Amrta-pravaha-bhasya. O Senhor está espalhado por toda a criação em Suas quádruplas expansões e encarnações. Krishna está plenamente representado com todas as suas potencialidades em cada uma das extensões pessoais, mas as criaturas vivas, apesar de serem expansões separadas, são também consideradas como uma das energias do Senhor. As entidades vivas estão divididas em duas categorias – os eternamente livres e os eternamente condicionados. Aqueles que estão sempre livres nunca entram em contato com maya, a energia externa. Os sempre condicionados estão sempre sob as garras da energia externa. Isto é descrito no Bhagavad-gita: daivi hy esa guna-mayi mama maya duratyaya. “Essa energia Divina Minha, consistente dos três modos da natureza material, é difícil de superar.” (Bg. 7.14)

Os nitya-baddhas estão sempre condicionados pela energia externa, e os nitya-muktas nunca entram em contato com a energia externa. Às vezes um sempre-liberado associado pessoal da Suprema Personalidade de Deus desce a esse universo da mesma forma que o Senhor desce. Embora trabalhe pela liberação das almas condicionadas, o mensageiro do Senhor Supremo permanece intocado pela energia material. Geralmente as personalidades sempre liberadas vivem no mundo espiritual como associados do Senhor Krishna e são chamados de Krishna-Parisada, associados do Senhor Krishna. Seu único negócio é usufruir da companhia do Senhor Krishna e, embora tais pessoas eternamente liberadas venham para este mundo material para servir ao propósito do Senhor, eles usufruem da companhia do Senhor Krishna sem interrupção. A pessoa sempre liberada que trabalha por causa de Krishna usufrui da companhia de Krishna através desse compromisso. A alma sempre condicionada, incitada pelos desejos luxuriosos a usufruir do mundo material, está sujeita a transmigrar de um corpo para outro. Algumas vezes, ela é elevada a sistemas planetários mais evoluídos e algumas vezes, ela é degrada a planetas infernais e sujeita às tribulações da energia externa.

Porque é condicionada pela energia externa, a alma condicionada dentro desse mundo material recebe dois tipos de corpos – um corpo material grosseiro e um corpo sutil composto de mente, inteligência e ego. Por causa dos corpos grosseiro e sutil , a alma está sujeita às misérias de três tipos (adhyatmika, adhibhautika e adhidaivika), misérias surgidas do corpo e da mente, de outras entidades vivas e das perturbações naturais causadas pelos semi-deuses dos sistemas planetários mais elevados. A alma condicionada sujeita aos três tipos de misérias materiais é chutada por maya sem cessar e essa é sua doença. Se, por sorte, ela encontra uma pessoa santa que trabalha por ordem de Krishna para salvar as almas condicionadas e se concorda em viver sob sua orientação, poderá gradualmente se aproximar da Suprema Personalidade de Deus, Krishna . A.C. BHAKTIVEDANTA SWAMI PRABHUPADA (Sri Caitanya-caritamrita Madhya-lila 22.10.11, 12, 13, 14, 15)




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ISKCON Pandemônio

El Mono Empalado 11