Srila Prabhupada Único Paradigma 4: Inovação





Srila Prabhupada Único Paradigma 4: Inovação
Por Krishna Kant


Aplicando o PUP, nós temos agora a conclusão natural quanto a como exatamente os ensinamentos de Srila Prabhupada  devem guiar todas nossas ações.

Modelo baseado na Ordem 

Está afirmado que:


" A ordem do mestre espiritual é o princípio ativo na vida espiritual" 
(Caitanya Caritamrita, Adi-lila 12:10)


Isto significa que, qualquer ação que nós tomemos deve primeiro ser uma ordem expressada por Srila Prabhupada; por isso  a afirmação que a ordem do mestre espiritual é o princípio "ativo" na vida espiritual. Agora, embora isto seja simples e claro, grande parte da ISKCON atual é baseada em não entender este simples princípio. Mas, a missão da ISKCON é dirigida pelo que nós podemos chamar de um "modelo baseado na inovação", como explicaremos a seguir.


Modelo Baseado na Inovação


Em BTP 30, o artigo "ISKCON Nova Missão" detalhou como ISKCON hoje está engajada em atividades que nunca foram sancionadas por Srila Prabhupada. Grande parte da desviação é conduzida em parte pelo falso entendimento de que alguma atividade é agradável, enquanto nós alegamos completamente algo total, elevado, meta geral assim como "pregar" ou "espalhar a Consciência de Krishna", ou  "levar as pessoas a nos respeitar" etc.
Isto é sustentado com a lógica de " alguém pode fazer qualquer coisa para Krishna", enquanto alguém é " capaz de trazer pessoas para Krishna." Porém , como nós devemos pregar, ou de que forma nós devemos conduzir o templo, ou como nós devemos induzir as pessoas a se tornarem devotos - qualquer coisa-  Srila Prabhupada realmente nos falou como devemos fazer e nós não necessitamos fazer alguma coisa a mais:
"De agora em diante , a menos que Eu ordene você a fazer alguma mudança ou uma adição, continue com o padrão habitual. [...] Eu tenho dado realmente tudo a você, não existe necessidade que você  adicione alguma coisa ou mude alguma coisa. [...] Portanto não pergunte mais nada sobre novos assuntos, seja o que for , siga somente o padrão exato que Eu tenho dado a você , isso é tudo. 
Carta de Srila Prbhupada, 4/1/1973)  


O final agradável não justifica o significado. A única justificativa é uma ordem, não o resultado percebido. Srila Prabhupada condenou a tendencia de "inovar" , afirmando que, apesar dos devotos que possam ser feitos, deveriam aderir suas ordens em todos os assuntos:
" Enquanto ao Road Show e esta vila de yoga estão em causa, essas coisas devem ser paradas. Simplesmente executem nosso kirtana. [...] Semelhante espirito inovador irá arruinar o nosso movimento. As pessoas podem vir e ver, algumas irão  se tornar devotos, porém semelhante devotos não irão  ficar porque eles são atraídos por algum show e não pelo verdadeiro significado ou vida espiritual de acordo com o padrão do Senhor Caitanya. Nosso padrão é ter kirtana, abrir templos. [...] Gradualmente a ideia da Consciência de Krishna irá ser evaporada: outra mudança, outra mudança, todo dia alguma outra mudança. Parem tudo isso."
(Carta de Srila Prabhupada, 5/11/1972)  

Nós não somos Acharyas!


Algumas vezes afirmações como as seguintes são usadas para justificar o modelo de "inovação":


"Não se pode esperar que um acarya quem vêm a serviço do Senhor se conforme com um esteriótipo, pois ele deve descobrir a maneira e meios pelos quais se possa difundir a consciência de Krishna" (Sri Caitanya Caritamrita, Adi-lila, 7,31-32) 


Porém, isto é o que um acarya faz, não nós. Assim , nossas "maneiras e meios" são realmente dados a nós pelo acarya! Assim, se nós supostamente estamos seguindo o acarya e o que ele ordenou- nenhuma inovação na maneira que um acarya pode fazer. E aqueles que estão fazendo inovação, em vez de unicamente seguir exatamente o que Srila Prabhupada tem ordenado, simplesmente estão traindo a seu próprio "acarya-consciente."


Srila Prabhupada: 
Nós não podemos agir sem sua ordem direta 


Conteúdo permanece idêntico


Outro argumento usado para promover  falsamente o modelo de  inovação é mediante o uso de afirmações semelhantes como esta:


" Nós devemos fiscalizar nossos cérebros para como apresentar da melhor maneira a consciência de Krishna para pessoas específicas em um determinado tempo e lugar." (Srila Prabhupada, carta, 13/11/1970)


É argumentado que semelhante afirmação como essa nos empodera  para fazer o que nós gostemos. Porém, a afirmação diz que nós ainda devemos apresentar a "consciência de Krishna."
E exatamente o que a consciência de Krishna é , Srila Prabhupada têm claramente definido. Então, o conteúdo que nós estamos apresentando não pode mudar em nada do que nos é dado por Srila Prabhupada. Nós temos que nos referir claramente a Krishna como sendo a Suprema Personalidade de Deus, e assim por diante.
Nós simplesmente temos que usar diferentes maneiras para apresentar exatamente o mesmo conteúdo em tudo, sem nenhuma adição ou substração. 
Portanto, toda atividade executada por ISKCON deve ser autorizada mediante a correspondente ordem para dita atividade.
Adicionalmente, Srila Prabhupada pode também ter dado proibições para reforçar certas atividades que certamente não devem ser feitas. Porém, a simples ausência de alguma proibição especifica não torna uma atividade genuína. Unicamente a especifica ordem autorizada faz a atividade. De outra maneira o verso citado desde o inicio a respeito do "princípio ativo" da vida espiritual, deveria ser mudado para :
" A AUSÊNCIA da ordem do mestre espiritual(no caso, uma proibição especifica) é o principio ativo na vida espiritual."
Isso modificaria, em sua cabeça, o verdadeiro princípio da vida espiritual, a ordem do mestre espiritual,  o que seria ridículo!


Conclusão


A necessidade de retornar para Srila Prabhupada "modelo baseado na ordem" se torna mesmo mais que relevante para o fato que ISKCON hoje em dia tem manufaturado uma nova "missão" para si. Na verdade, o artigo prévio, a respeito da autorização de diksa gurus sucessores, foi simplesmente um exemplo que mostra a necessidade de seguir o "modelo baseado na ordem." Adicionalmente, ISKCON hoje  tem se ramificado para esfera da yoga mecanica , filantropia , educação mundana e secular, comercialização, Hinduísmo, e assim por diante, todas justificadas sobre as bases de "pregação" ou "PR" e assim por diante, afirmando que isto não é expressamente proibido. Realmente , muitas de suas atividades são expressamente proibidas, porém isso ainda não foi parado por ninguém. 


Sumario de PUP


Nas 4 matérias precedentes , nós temos apresentado um manifesto- o modelo PUP- pelo qual as desviações no momento presente estão acontecendo em nome de Srila Prabhupada podem ser aliviadas. Em poucas palavras, tudo isto pode ser resumido pela seguinte afirmação: Toda simples atividade em ISKCON deve ser baseada em uma determinada ordem gravada diretamente de Srila Prabhupada autorizando isso. Todas as outras demais atividades devem ser interrompidas. Desta forma, unicamente as atividades genuínas podem ser aceitas, e portanto nós podemos "limpar a casa" e erradicar todas as desviações. 


Por Favor Cante: 
Hare Krishna Hare Krishna Krishna Krishna Hare Hare 
Hare Rama Hare Rama Rama Rama Hare Hare e seja feliz!














Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ISKCON Pandemônio

El Mono Empalado 11